- PUBLICIDADE -

Prefeitura de BC loca veículos para renovar frota

A decisão de locar os veículos se deu a partir de estudo que mostrou ser mais econômico para o Município alugar

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?
veículos Foto Celso Peixoto 3
Divulgação

A Prefeitura de Balneário Camboriú homologou nesta terça-feira (19), licitação para contratação de empresa especializada para a locação de 69 veículos, sendo que desses, oito serão SUVs equipadas para uso da Guarda Municipal.

O valor orçado para esta contração era de R$ 2,225 milhões por ano, mas durante o pregão houve redução de cerca de 36% dos valores e o preço caiu para R$ 1,419 milhão. Segundo o secretário de Compras, Fernando Marchiori, a decisão de locar os veículos se deu a partir de estudo que mostrou ser mais econômico para o Município alugar, em vez de comprar, veículos para renovação da frota.

O secretário explica que somente na manutenção da frota, o Município gastou no ano passado R$ 2,4 milhões. Com a locação de veículos, os custos de manutenção, emplacamento e seguro dos carros corre por conta da empresa contratada. Os carros contratados serão zero KM e terão socorro 24 horas.

Ainda segundo Fernando Marchiori, 50% da frota municipal, que conta mais de 350 veículos entre carros e motos, tem mais de cinco anos, e 20% precisa ser trocada imediatamente.

Após a homologação da empresa vencedora da licitação, ocorrida nesta terça-feira, o contrato está sendo preparado e deve ser assinado no começo de janeiro. A partir da assinatura, começam a chegar os novos veículos.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -