Gestão da Passarela da Barra passa para a Secretaria de Turismo

Para a gestão da Passarela da Barra a Secretaria de Turismo irá utilizar recursos do Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR)

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Maior edifício da América Latina tem elevador residencial mais rápido do Brasil

Com capacidade de se deslocar seis metros por segundo, o elevador poderá percorrer em menos de um minuto os 81 andares do Yachthouse

Fotos: Matheus Petter

Um dos ícones turísticos de Balneário Camboriú, a Passarela da Barra, será administrada pela Secretaria de Turismo, e não mais pela Diretoria de Patrimônio Público. O Projeto de Lei Ordinária Nº 000095/2017 que autoriza a mudança na gestão foi aprovado nesta terça-feira (06) na Câmara de Vereadores.

Desde esta quarta-feira (07) é de responsabilidade da Secretaria de Turismo as questões administrativas, de higiene, segurança, conservação, serviços elétricos, hidráulicos e demais ações que visem proporcionar ao morador e turista conforto e lazer.

A contratação de empresas terceirizadas para a prestação de alguns desses serviços deverá ocorrer através de licitação, conforme Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e suas alterações. Para a gestão da Passarela da Barra a Secretaria de Turismo irá utilizar recursos do Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR).

Esses e outros serviços de manutenção citados no Projeto de Lei, necessitam urgência na execução para que turistas, visitantes e moradores possam usufruir da Passarela Estaiada da Barra Manoel Fermino da Rocha, que também serve de travessia para os moradores do Bairro da Barra.

O Projeto de Lei completo pode ser acessado através do link: https://goo.gl/jPyZ1A


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Gincana interescolar de BC visa aumentar o aproveitamento do resíduo reciclável

As unidades escolares - Centros Educacionais e Núcleos Infantis, receberão semanalmente as tarefas a serem desenvolvidas
- Publicidade -