Grupo de estudantes faz ação teatral em Balneário Camboriú em prol do trânsito

As faixas de segurança Avenida Brasil com a Avenida Central se tornaram palco de simulações de acidentes

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

Quem passava pela Avenida Brasil com a Avenida Central na noite desta quarta-feira, 24, olhava com curiosidade. Pessoas vestidas com tecido branco e outras amarelo se misturavam a população que passava naquela nas vias. As faixas de segurança do local, se tornaram palco de simulações de acidentes. Um corpo estirado no chão; uma menina simulando que não pode mexer no celular; ou a moça que passava parecendo ter sofrido um acidente de moto. As cenas faziam parte de uma ação da turma de Psicodrama, da faculdade Avantis em Balneário Camboriú, em alusão ao Maio Amarelo.

A ação que contou com o apoio do Fundo Municipal de Trânsito (FUMTRAN), foi coordenado pela professora Andréia Martins. A professora explica que a ideia da dramatização teatral na rua, foi bem aceita pelos alunos. “Eu sempre falo nas minhas aulas que precisamos conversar constantemente sobre todos os elementos do trânsito. Os motoristas de automóveis acham que estão protegidos através de paredes e se sentem imparáveis. Os pedestres contam com a sorte e dizem que nunca irá acontecer com eles. Por isso, precisamos conscientizar cada um”, explicou.

Uma das alunas que participou da ação, entende também o lado fiscalizador do assunto. A agente de trânsito, Inês Arend, entrou na personagem teatral. Com a maquiagem fantasmagórica e o tecido branco, caminhava pelas faixas de segurança. Ela conta sobre a constante fiscalização dos agentes, mas alerta que é preciso colaboração mútua. “Precisamos da parceria entre os responsáveis pelo fluxo de veículos das ruas com os pedestres, e, em momento algum, devemos agir com imprudência. Não podemos esquecer que não estamos sozinhos no trânsito”, comentou Inês.

“Se todo mundo perder a esperança, a humanidade chega ao fim”. As palavras do jovem acadêmico, Eliu Maier, de 20 anos, o motivam a fazer estas ações em prol de todos. “Quero participar sempre de tudo que ajude a conscientizar as pessoas. De grão em grão, podemos mudar o mundo”, comentou o acadêmico de psicologia.

A programação do Maio Amarelo, segue até o dia 28:

27/05 – Abordagem Educativa – 14h às 17h na Avenida Osvaldo Reis (AGT e Codetran)
28/05 – Atlântica Ativa (ACBC E FUMTRAN) e Pedal de integração ciclística.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -