- PUBLICIDADE -

Obras do Centro de Eventos de Balneário Camboriú serão entregues em novembro, anuncia Pavan

A falta de estudo de viabilidade econômica é apenas um dos problemas que não foram incluídos no projeto

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Pavan Miro Teixeira Centro de Eventos
Secretário de Estado do Turismo, Esporte e Cultura, Leonel Pavan explica andamento e detalhes da obra.

o secretário de Estado do Turismo, Esporte e Cultura, Leonel Pavan, anunciou na manha desta quinta-feira, 23, que o novo prazo para a conclusão da estrutura é em novembro deste ano. Antes, havia a previsão do governo para setembro. Segundo ele, a obra esta em ritmo satisfatório, que está com 47% da estrutura física concluída, mas há necessidade de algumas adequações não previstas na licitação original, quando também não foi feito o estudo de viabilidade econômica, o que só agora esta sendo providenciado. O anúncio foi feito durante a primeira reunião oficial de atualização no local da obra do Centro de Eventos com a direção da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú (Sincomércio), além de empresários do trade turístico.

Atualmente estão sendo realizadas as obras de implementação dos pisos e do sistema de esgotamento sanitário, além da instalação de estruturas de alumínio que completam as treliças metálicas e telhas. O custo total licitado da obra é de R$ 89.647.405,80 (sem aditivos) e da parte do governo federal já foram repassados recursos na ordem de R$ 37 milhões, dos R$ 55 milhões previstos. A obra também conta com recursos do Governo do Estado e Prefeitura de Balneário Camboriú, de R$ 15 milhões e R$ 19 milhões, respectivamente.

O projeto contempla três pavilhões de exposições, salas de convenções, espaço para lojas, praças de alimentação e serviços, além de mais de mil vagas de estacionamento. No total, serão 33.534,97 m² de área construída.

Como o projeto não tem estudo de viabilidade econômica – uma das exigências para que seja feita a licitação para concessão dos serviços – conforme Pavan, este estudo vai ter que ser feito dentro de um curto espaço de tempo. Segundo o secretário, quatro empresas já manifestaram interesse em participar da licitação para administrar o Centro de Eventos, sendo uma delas da França, com mais de 40 unidades do segmento no mundo.

Pavan disse ainda que a falta de estudo de viabilidade econômica é apenas um dos problemas que não foram incluídos no projeto. Entre os itens a serem executados e que não estão no contrato está compra e instalação de elevadores, catracas e cancelas, climatização, divisórias articuladas, automação, pedras petit-pavet da Avenida dos Butiás; portas corta-fogo, mobiliários e muro de vidro separando o centro de eventos do Zoológico Ciro Gevaerd.

A previsão é que, para concluir todas estas obras, sejam necessários pelo menos mais R$ 20 milhões.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.