- PUBLICIDADE -

Entidades definem por chamar autoridades para discutir segurança em BC

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

As entidades sindicais patronais de Balneário Camboriú que estão se mobilizando para fazer um ato em defesa da segurança decidiram, durante reunião na manhã desta segunda-feira, chamar o comando das policias Civil e Militar, Secretaria Municipal de Segurança (responsável pela Guarda Municipal), juízes e Ministério Público, para debater medidas que possam aumentar a segurança na cidade. A reunião está marcada para o dia 26 de maio. Essa foi a segunda reunião das entidades em uma semana para discutir a questão da falta de segurança no município.

De acordo com os presidentes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), José Roberto Cruz, e do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio), Hélio Dagnoni, não está descartada a possibilidade de fazer uma manifestação pelas ruas da cidade caso a próxima reunião não surta o efeito desejado pelos empresários. “Não queremos estatísticas, queremos solução para a segurança de Balneário Camboriú”, entoam os presidentes das duas entidades que estão encabeçando o movimento.

Os representantes das demais entidades empresariais que participaram do encontro na manhã de segunda disseram estar cansados de constatar casos de violência em Balneário Camboriú, incluindo furtos e assaltos a estabelecimentos comerciais. O presidente do Sincomércio explica que a preocupação com a violência tem que ser durante o ano inteiro e não apenas na temporada.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.