Prefeito e Angioletti realizam nova reunião sobre Transporte Público

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Foto: Silvia Bomm
Foto: Silvia Bomm

Após conseguir a redução da passagem de R$ 2,80 para R$ 2,65, Piriquito e Angioletti realizaram nova reunião com o diretor da empresa de transporte coletivo Expressul, concessionária do serviço municipal, onde debateram sobre estudos para implantar na cidade um novo modelo de transporte público. As reuniões que acontecem desde o final de 2012, começam a desenhar um sistema diferenciado, para atender com maior eficiência os usuários de ônibus.

A ideia principal é criar um moderno e inovador sistema, onde a comunidade deixa de pagar passagem por embarque e passa a pagar valor único diário pelo uso das linhas, sem limite na quantidade de vezes utilizadas e sem ter que apresentar moeda corrente. O novo sistema terá embarque registrado através de sistema biométrico e também por bilhetagem eletrônica como já existe. Segundo o prefeito Piriquito, pouco mais de cinco mil pessoas usam o transporte coletivo por dia em Balneário Camboriú e, em torno de 30% não pagam passagem. O prefeito entende que um dos motivos da pouca utilização de pagantes, é a baixa qualidade dos serviços, como a falta de ar condicionado, falta de pontualidade e custo elevado das passagens.

A proposta de Piriquito e Angioletti tem a intenção de que as pessoas paguem bem menos e usem muito mais o transporte público, principalmente dispondo de ônibus mais confortáveis, todos com ar condicionado, plotados com temas da cidade e não mais com o nome da empresa concessionária e que tenham mais linhas e com regularidade (em horários pontuais e com maior frequência). A ideia é efetivar a eficiência no serviço municipal de transporte coletivo, e isso vai requerer investimentos por parte da empresa concessionária na aquisição de novos e confortáveis ônibus, atendimento de novas rotas e investimentos públicos na construção de modernos pontos no modelo tubular e através de subsidio no valor da passagem.

A reunião de hoje foi a terceira em menos de 30 dias com o diretor administrativo da Expressul, Evandro Luiz Ern, o líder do Governo na Câmara, vereador Orlando Angioletti Júnior e o prefeito. O encontro serviu para que a empresa concessionária apresentasse números requisitados pelo prefeito: quantidade de ônibus ativos; linhas percorridas; usuários/dia e os gastos da empresa com o custeio.

Hoje, uma pessoa que utiliza o transporte coletivo quatro vezes por dia em nossa cidade, paga R$ 10,60 e com o novo modelo, a proposta é que pague no máximo R$ 3,00. A reunião também abordou investimentos das partes privada e municipal na construção de terminais de transbordo nas divisas municipais entre Balneário Camboriú, Camboriú e Itajaí para integrar o transporte entre as cidades.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -