- PUBLICIDADE -

Caminhão do Peixe vende mais de 3 toneladas em Balneário Camboriú

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

A Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social comemora o sucesso de mais uma edição da fase de testes do projeto Caminhão do Peixe em Balneário Camboriú. Cerca de três toneladas de pescados foram vendidas a preços acessíveis no bairro dos Municípios no último domingo, 14.

O atendimento, que seria das 7h30 às 12h, estendeu-se até as 18h. A procura maior foi pela sardinha, vendida a R$ 2,00 o quilo. Esta foi a segunda vez que o Caminhão esteve em Balneário Camboriú. O primeiro teste foi feito do bairro das Nações no dia 27 de fevereiro quando também foram comercializadas mais de três toneladas de pescados.

O Caminhão do Peixe pertence à Prefeitura de Itajaí, que desenvolve o projeto há mais de quatro anos. O equipamento foi adquirido com recursos federais, via convênio firmado com o Ministério da Pesca e Aquicultura. O secretário Luiz Maraschin explica que estes testes visam verificar o interesse da comunidade para que a Prefeitura possa gestionar, junto ao Governo Federal, a celebração de convênio semelhante para aquisição de um Caminhão do Peixe para atender Balneário Camboriú e, possivelmente, Camboriú.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.