- PUBLICIDADE -

Atleta da FME disputará pela segunda vez Mundial de Kung Fu na Rússia

Lucas Sorin vai representar Balneário Camboriú no 14th World Wushu Championships de Kung

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Lucas Sorin
(Divulgação)

O atleta e professor, Lucas Sorin, vai representar Balneário Camboriú e a Fundação Municipal de Esportes (FME), no 14th World Wushu Championships de Kung Fu, a partir desta terça-feira (26) até dia 04 de outubro, em Kazan, na Rússia. Este é o maior evento esportivo da modalidade no mundo.

Treinando constantemente, a expectativa de Sorin é garantir uma boa colocação em pódio internacional. Esta é a segunda vez que ele disputará o Mundial de Kung Fu. Em 2015 Lucas ficou em 9º lugar no Mundial realizado na Indonésia, sendo o único catarinense presente entre os lutadores. “Estou muito feliz de embarcar mais uma vez para representar meu país no evento que reúne os melhores atletas do mundo incluindo ídolos meus. Sei que nessa edição vou encontrar diversos atletas de altíssimo nível com muito mais estrutura e investimento, mas treinei muito para melhorar o resultado que tive no último mundial”, celebrou o atleta.

Cerca de 100 países estarão presentes na competição que engloba as modalidades esportivas do Kung Fu Wushu – Taolu Moderno (Formas) e Sanda (Arte marcial conhecida como Boxe Chinês). Lucas ama o que faz e tem essa paixão como combustível para melhorar seu desempenho no torneio. “Eu amo o Sanda, amo representar o Brasil e amo a sensação de calçar as luvas e me divertir em cima do Lei Tai. Quero muito realizar meu sonho de subir nesse pódio, mas sempre com o pé no chão. Quero aproveitar cada momento e a única certeza é que vou dar o meu máximo nos combates, treinei, me dediquei, abdiquei de muita coisa e estou pronto para a grande festa do Kung Fu Mundial”, pontuou Lucas.

O balneocamboriuense já conquistou títulos importantes na carreira. Com apenas 24 anos foi oito vezes campeão catarinense; três vezes campeão Brasileiro em 2012, 2015 e 2016; campeão Pan-Americano em 2014 e 2016; campeão Sul-Americano em 2015 e 2017. Além de todas essas conquistas integra a Seleção Brasileira masculina de Kung Fu (Boxe Chinês) desde 2013.

Além dos donos da casa, todos os asiáticos são extremamente fortes na modalidade, na categoria Sanda 60 kg, em que compete o atleta. China, Rússia, Vietnã e Filipinas são os favoritos.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.