- PUBLICIDADE -

Sarau da Tainha deste sábado terá ritmo nordestino entre as atrações

O evento, realizado no primeiro sábado de cada mês, é gratuito

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
Sarau da Tainha deste sábado terá ritmo nordestino entre as atrações
Divulgação

O Sarau da Tainha volta a movimentar a Praça do Pescador, no Bairro da Barra, neste sábado, 2.jan.2019, a partir das 19h. O evento, realizado no primeiro sábado de cada mês, é gratuito.

Uma das atrações desta edição será o Bando Chico Estrada, que apresentará ao público o ritmo do samba de coco, oriundo do Nordeste. De Itajaí, o grupo tem um repertório regional e autoral que visa resgatar as raízes culturais do Brasil.

Haverá ainda mostra e comercialização de livros artesanais com a Butecanis Editora Cabocla. Também estão na programação o Microfone Aberto (que é um espaço para as pessoas se manifestarem), distribuição do tradicional caldo de peixe e muitas histórias de pescador. O público pode levar uma cadeira de praia para apreciar o evento, que vai até as 23h. Se chover, o Sarau da Tainha ocorrerá no Atelier Casa Linhares, localizado ao lado da praça.

Realizado pelo coletivo Peixaria Cultural, o Sarau da Tainha tem o apoio da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, por meio do edital de apoio a eventos. Desde quando foi criado, em 2015, o Sarau da Tainha ocupa a Praça do Pescador para reforçar a identidade cultural do Bairro da Barra e fortalecer a cena artística independente.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -