- PUBLICIDADE -

Fundação Cultural e Turismo iniciam reestruturação do Carnaval de Itajaí

Folias vão acontecer de 24 a 27 de fevereiro no Mercado Público de Itajaí

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
Carnaval de Itajaí
Marcos Porto / Divulgação

As folias de carnaval de Itajaí já começam a ser organizadas para o próximo ano. O planejamento da Fundação Cultural e da Secretaria de Turismo visa um evento que congregue arte, cultura e diversão com a participação expressiva da classe artística local. A primeira reunião com os interessados em fazer parte da festa será no dia 13 de março. Já para 2017, as folias vão acontecer de 24 a 27 de fevereiro no Mercado Público de Itajaí.

Não se faz Carnaval em dois meses. Uma festa bem estrutura requer planejamento, organização e muita vontade de fazer as coisas acontecerem”, avalia Normélio Pedro Weber, superintendente da Fundação Cultural. Com a intenção de resgatar o carnaval de rua, os artistas estão convocados a participar da primeira discussão sobre o rumo das folias de Itajaí. Segundo Normélio e o secretário de Turismo, Evandro Neiva, o debate é fundamental para retomada da tradicional festa popular.

O encontro será na sede da Fundação Cultural, localizada na rua Antônio Caetano, 105, bairro Fazenda (atrás ao Teatro Municipal), no dia 13 de março, às 17h30.

Carnaval 2017
Como o ano é de Centenário do Mercado Público, as folias vão se concentrar no prédio histórico. Anote na agenda: a programação da festa está sendo elaborada para acontecer de sexta a segunda de Carnaval com apresentações musicais no interior do Mercado.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -