- PUBLICIDADE -

Teatro de bonecos para adultos é atração em bar de Itajaí

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Studio Volari vai presentear 100 pessoas com design de sobrancelhas, máscaras de led e de ouro e aula de pilates

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 2122-3230, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99635-7278

Foto: Crisiano Prim / Divulgação
Foto: Crisiano Prim / Divulgação

Os contos argentinos de Alejandro Dolina e os poemas do itajaiense Bento Nascimento dão base para o espetáculo “Contos Notívagos”, da Cia Experimentus, que será apresentado em um ambiente diferente do tradicional: um bar de Itajaí. As apresentações acontecem nas próximas quartas-feiras (23 e 30.07), às 21 horas, com couvert artístico de R$7 (sete reais). “Contos Notívagos” retrata personagens e lugares comuns do bairro, sempre com uma visão mítica, fatalista e ao mesmo tempo cínica do mundo.

Com a manipulação, direção e dramaturgia do ator Marcelo F. de Souza, o espetáculo da Cia Experimentus (Itajaí/SC) já circulou por diversas cidades de Santa Catarina e entra em cartaz em Itajaí, no Bar ZéPelin (Av. Beira Rio, 1.150). Apesar de ser um trabalho de teatro de bonecos, gênero mais popular entre as crianças, esta montagem é direcionada  ao público acima de 14 anos.

Além de muito bom humor, a peça é narrada por um boneco locutor de rádio, no seu programa de todas as madrugadas intitulado Contos Notívagos “Um programa para os que estão sós, para os que não conseguem dormir”. Nesse programa ele conta histórias de realismo fantástico, noite após noite, madrugada adentro, sempre com a desconfiança de que ninguém o está ouvindo.

 

Serviço:

O que: Espetáculo Teatral “Contos Notívagos”
Quando: Quartas-feiras | dias 23 e 30 de Julho, às 21h
Onde: Bar ZéPelin (Av. Beira Rio, 1.150 – Centro (Itajaí/SC)
Ingressos: R$7 (sete reais)

 

Pingue-pongue com ator, diretor e dramaturgo Marcelo F. de Souza

 

1- Como foi o processo criativo para a montagem da peça, alguma curiosidade?

Marcelo: Para mim o mais divertido foi pesquisar comerciais antigos, além de séries e filmes que via quando criança e adolescente.

 

2- Por que Alejandro Dolina e Bento Nascimento?

Marcelo: A prosa de Alejandro Dolina tem um “quê” de Jorge Luis Borges e realismo fantástico, combinando seres comuns e criaturas abissais para falar sobre a vida. Tudo aquilo que se desprende do cotidiano para ganhar dimensões poéticas e mesmo míticas me interessa. Bento Nascimento, poeta itajaiense já falecido, conheci pessoalmente na minha adolescência e, enquanto eu tateava inseguro a vida social, ele reinava absoluto pelos bares e botecos da boemia da cidade, então, além de sua poesia, que teima em puxar nosso tapete, ele, para mim, sempre foi essa figura mítica que caberia perfeitamente num conto de Dolina. Desconfio realmente que mesmo sua morte foi decorrência de um de seus voos.

 

3-   Teatro de bonecos para adultos. Como esse público se comporta?

Marcelo: No Brasil é comum se associar essa linguagem às crianças, mesmo com o espetáculo se apresentando em um bar. Basta aparecer um boneco no material de divulgação que alguém leva seu filho. O espetáculo não tem nada que vá agredir moralmente uma criança, nem mesmo um palavrão, mas as questões tratadas ali, mesmo com humor, são adultas.

 

4-  Contos Notívagos é um programa de rádio.  Já pensou em apresentar esse espetáculo em alguma Rádio?

Marcelo: Não é um plano, mas é um desejo. Uma vez, em outra cidade, fui divulgar uma apresentação de “Contos Notívagos” em uma rádio. Eu animava o boneco do locutor de rádio que conversava com um locutor real e os ouvintes da rádio não viam o boneco, apenas me escutavam. Os dois locutores se entenderam super bem, trocaram experiências e eu pude até anunciar duas músicas. Esse espetáculo, além da óbvia exigência motora, tem necessidades de oratória novas para mim, um espetáculo para ser ouvido.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.