Se o vereador Lucas Gotardo está descontente, por que não sai do partido?

Sem gratidão ao apoio que recebeu nas últimas eleições, vereador se rebelou contra o próprio partido

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

INGRATIDÃO

O vereador Lucas Gotardo foi eleito vereador de Balneário Camboriú pelo PSB, em 2016 com 1236 votos. Para chegar lá, Lucas precisou do apoio e da estrutura do partido liderado pelo prefeito Fabrício Oliveira. Tanto nas eleições de 2016 quanto nas de 2018, Lucas recebeu o apoio exclusivo do prefeito. Foi o único candidato a deputado federal apoiado pelo Fabrício. Boa parte da votação que recebeu foi por conta desse apoio. Passadas as eleições, Gotardo se rebelou contra o próprio partido. Hoje, ingratamente, faz oposição ao prefeito, combatendo inclusive vereadores correligionários.

PÉ DE GUERRA

Em fevereiro deste ano, o pessebista rebelde deu uma grande demonstração de ingratidão ao partido, quando resolveu pichar alguns buracos, acusando suposta inércia do poder público em relação às condições do pavimento. Desde então, vive em pé de guerra com seu partido e com a administração municipal.

NÃO QUERIA PAVIMENTAÇÃO?

A treta mais recente foi em relação a um empréstimo de R$ 30 milhões para obras de pavimentação, que Lucas tem criticado. O que é demasiadamente irônico, pois, fez toda aquela cena pichando buracos em vias, mas quando é para fazer a pavimentação, se opõe.

LUCAS X GELSON

Por conta do projeto que concede o empréstimo, a ovelha negra do PSB acabou tendo uma briga feia com Gelson Rodrigues, vereador do seu partido. Em tribuna, Lucas falou do infeliz incidente. “Me deu vergonha e o desprazer de ser seu colega na tarde de hoje”, provocou publicamente o colega. A treta se deu por que Gelson questionou Lucas sobre o motivo do mesmo tentar travar o projeto, sabendo que a cidade precisa da pavimentação, culminando num bate-boca dentro da sala das comissões.

QUER SER EXPULSO

Muitos se perguntam: por qual motivo Lucas Gotardo não pede para sair do partido, se o descontentamento e a insatisfação são tão grandes assim? Há um motivo para essas birras e provocações maquiadas de fiscalização. A verdade é que, uma vez que peça para sair, perde o direito de sentar em uma cadeira estofada do plenário Walter Eilers. Por isso que tenta atingir o governo e o partido de todas as maneiras. Ele quer ser expulso do PSB, pois somente assim, conseguiria sair do partido sem perder o cargo de vereador. Dizem que ele quer ir para o NOVO.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -