- PUBLICIDADE -

Números da votação que aceitou denúncia contra prefeito desaparecem do site da Câmara

Informação importante sumiu do site da Câmara de Camboriú, mas não passou despercebido por olhos mais atentos

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
site da camara
Número de votos sumiu da matéria.

Um mistério paira em ares camboriuenses! Uma informação importante sumiu do site da Câmara de Camboriú, mas não passou despercebido por olhos mais atentos.

No último dia 08, a Câmara iniciou a “pré-cassação” do prefeito Elcio Kuhnen (MDB), e do vice, Ramon Jacob (PSB). A denúncia foi entendida como aceita: quatro vereadores levantaram, votando contra; Dez permaneceram sentados, mas como em votação simbólica o presidente não pode votar, foram calculados nove votos a favor.

Mas por qual motivo, razão e circunstância a “câmera” (como diria o presidente Zeca Simas), alterou a matéria do site oficial, suprimindo o número de votos?

A informação, que anteriormente dizia “Com 09 votos favoráveis denúncia foi aceita pela maioria dos parlamentares”, foi trocada para “Por maioria qualificada denúncia foi aceita pelos parlamentares”. Além disso, foi removido um parágrafo inteiro, que incluía a informação sobre a ausência de um vereador e a abstenção do presidente. Se havia algum erro, nenhuma errata foi emitida.

Falei com o assistente administrativo, Edinei Adriano, do departamento de comunicação da Câmara de Vereadores. Segundo ele, a modificação foi feita para ficar igual a ata. “Estava diferente a ata do material que a gente havia divulgado. Foi um erro nosso”, pontuou. “Estava sem sistema. E o que aconteceu? O pessoal levantou, quem era contra, e não sei o que lá. Então aí nessa contagem que a gente acabou se confundindo”, justificou, sem saber dizer qual informação que foi divulgada errada para a imprensa. “Não existe essa quantidade de votos, porque deu maioria qualificada. Foi errado da nossa parte divulgar esses números. Nós contamos de uma forma errada. Oficialmente a gente não sabe”, concluiu, me deixando confuso sem entender nada.

Para alguns pode até parecer preciosismo desta coluna questionar o sumiço destas relevantes informações.

Mas nada é por acaso. Ainda mais quando o objetivo é cassar um prefeito.

Permaneceremos atentos.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -