Arquivo

O cidadão Edson Buiu publicou em rede social, uma nota pública ao vereador John Lenon Teodoro (PSDB), criticando o parlamentar sobre suas ações. Buiu diz que John Lenon não está contribuindo em nada para resolver o problema da educação através de suas visitas em unidades de ensino, apenas incentivando um clima hostil que desmerece o trabalho dos profissionais da rede pública municipal de ensino. No final, ele sugere que o vereador apure bem os fatos em vez de politizar a educação.

Confira a carta na íntegra:

“NOTA PÚBLICA AO vereador John Lennon .
Fiscalização e qualidade na Educação sim, autopromoção não!

Primeiro cumpre esclarecer que as unidades municipais de ensino podem ser visitadas, desde que em horário compatível, por qualquer cidadão. Segundo, é oportuno esclarecer que “visitar” é diferente de “vistoriar” ou fiscalizar, por isso estes dois últimos termos são mais adequados quando se trata de um vereador que faz esta ação e providencia sua publicação na rede social institucional da câmara municipal.

Terceiro, o referido vereador menciona que em “algumas unidades de ensino de Camboriú”, o descaso tem ocasionado falta de materiais de limpeza, higiene e itens da merenda. Ora, sejamos francos, toda a crítica construtiva é bem-vinda, especialmente quando refere-se à qualidade do ensino. Todavia, ao afirmar publicamente que existem carências e falhas sem identificar exatamente quais seriam estes locais, muito menos apresentar provas de que a denúncia procede, não se está contribuindo em nada para tentar resolver o problema. Pelo contrário. Na verdade, incentiva-se um clima hostil e, que até prove o contrário, desmerece o trabalho dos profissionais da rede pública municipal de ensino.

Perguntar não ofende: Não seria mais prático e eficaz que o nobre vereador realizasse a fiscalização, escutasse diretores e representantes da classe escolar e depois (munido de fatos concretos) expusesse o problema para a Secretaria de Educação. Evidentemente que, dependendo da resposta ou do resultado da apuração dos fatos, a situação poderia ser encaminhada como proposta nas sessões plenárias Jamais a gestão pública ou a educação devem ser “politizadas”, pois a prioridade deve ser a qualidade de ensino, assim como o bem estar dos milhares de estudantes e de todos aqueles que integram a classe escolar, incluindo servidores, professores e membros das associações de pais e professores (APP’s). Pense(m) nisso!”

https://www.facebook.com/ClickCamboriu/posts/1882442665100348


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)