- PUBLICIDADE -

Greves pelo Brasil

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

As greves por todo o Brasil podem ter uma causa em comum além do baixo salário de algumas categorias e a reivindicação dos professores para que se cumpra o piso nacional. Um dos principais motivos pode estar ligado com o aumento abusivo que os ocupantes de cargos eletivos se deram no apagar das luzes do ano de 2010, aumento este que entrou em vigor no ano de 2011 e beneficiou a nova legislatura, além de beneficiar o Presidente, Governantes, Ministros, Secretários de Estados, além de abrir margens para que em 2012 os vereadores aumentem os vencimentos de seus sucessores, de prefeitos, secretários municipais e até os próprios salários caso o povo que vota sem pensar os reeleja.

 

O aumento abusivo, demonstrou que se o Brasil teve capital suficiente para um impacto que foi causado com os altos salários dos ocupantes de cargos eletivos e seus apadrinhados, também tem que ter capital para conceder aumento as demais classes dos funcionários públicos. Quando foi para beneficiá-los nada comprometeu a Lei de Responsabilidade Fiscal, porém quando um funcionário publico que ganha menos de R$ 1000,00 reivindica um aumento de 15 a 20% para repor as perdas salariais ao longo de anos, nunca existe verba disponível e a Lei de Responsabilidade, parece ser uma boa desculpa em situações de greve. Estou achando que a Lei não foi criada para beneficiar a população e sim como argumento de desculpa em situações como as greves como estão ocorrendo por todo país.
Atualmente o que presenciamos em todos os noticiário de norte a sul do Brasil, é o caso da Greve dos Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, trabalhadores que arriscam suas vidas constantemente para  salvar a vida de um desconhecido, sem ao menos esperar um muito obrigado. Trabalhadores estes que cansados de receber um salário miserável, em ato de desespero, na tentativa de chamar a atenção dos ocupantes de cargos eletivos e da imprensa nacional, num ato impensado e mal planejado invadiram o quartel central da corporação e acabaram sendo detidos onde permaneceram presos por sete dias, e responderão processo por invadir o quartel.
Outro caso de greve, são os professores da Rede Estadual de ensino dos estados: Santa Catarina, Maranhão, Rio de Janeiro, Amapá, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Bahia, Paraíba, entre outros estados e municípios que estão em greve para o cumprimento da Lei que determina o piso salarial do magistério, um direito garantido por lei que não está sendo cumprido pelos governantes, que alegam não terem disponibilidade financeira para honrar com os vencimentos dos professores, governantes estes que desde o mês de janeiro recebem o aumento abusivo que foi aprovado na legislatura passada,  para a quitação dos próprios salários nada reclamaram que um aumento superior a 61%, sobre o alto salário que já recebiam, não teriam recursos suficientes para pagá-los.
Outro caso que deixa muitos indignados são os Estados que receberão a Copa em 2014 e o Estado do Rio de Janeiro que receberá as olimpíadas em 2016, em uma estimitativa do site Planeta Sustentável, o Brasil vai investir mais de R$ 11 BILHÕES sendo que R$ 8,5 BILHÕES sairão dos cofres públicos, isso que a previsão foi feita antes dos atrasos nas obras, sendo que muitas ainda não foram licitadas. Na verdade o GOLPE está por vir, pois as obras provavelmente serão feitas de forma emergencial e com dispensa de licitação e sem tempo hábil para fiscalização. Para a realização da Copa de 2014 não faltará dinheiro, esperem para ver. As respostas dos governantes serão muito diferentes das atuais e para isso a Lei de Responsabilidade Fiscal não será empecilho para gastos exorbitantes. Segundo o site Esporte UOL, só para as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, está previsto um gasto de  R$ 25,9 bilhões, com os gastos divididos entre os governos federal, estadual e municipal e a iniciativa privada. Um estado onde um agente do Corpo de Bombeiros recebe um salário de R$ 1.198, 24, o pior salário do Brasil.

Num país que prevê um gasto enorme para a realização de eventos esportivos, alega não ter recursos suficientes para dar um salário digno para seus funcionários públicos, outro fato que chama a atenção é que o investimentos na formação de atletas é mínimo, estamos realizando um evento esportivo (Olimpíadas) para passar-mos vergonha, pois o Brasil não investe como deveria para a formação de atletas, antes de realizarem eventos de grande porte deveriam ter algumas aulas com países como China, Estados Unidos, Rússia que geralmente revezam os primeiros lugares no quadro de medalhas devido ao incentivo e investimentos nos atletas, enquanto o Brasil por falta de investimentos na formação e capacitação dos atletas apenas consegue ficar abaixo da 20° colocação.

Fontes:
Fiscalize os Gastos com a Copa de 2014, acesse constantemente o site:

COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.