- PUBLICIDADE -

Calçada ou área útil do comércio?

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Já não bastasse a ocupação das calçadas na Avenida Atlantica e estacionamentos de veículos em cima de várias calçadas em diversas ruas e avenidas, outro local tem me chamado a atenção. O antigo mercado público de Balneário Camboriú, que atualmente comporta algumas lanchonetes, a Igreja Universal e um Escritório de Advocacia. Os comércios alimentícios que ficam de frente com a Avenida do Estado, estão ocupando praticamente toda a calçada, inclusive em alguns casos onde existe maior movimento os clientes chegam a obstruir a passagem de pedestres com as cadeiras e mesas.

Imagem4436

Atitudes contra estas irregularidades parecem não pertencerem as atribuições dos órgãos competentes da Prefeitura Municipal. Devo ressaltar que o imóvel fica de esquina com a Rua Dinamarca, onde fica a Prefeitura Municipal. Tamanho o desrespeito com os pedestres seria impossível ficar despercebido. O que estaria ocorrendo? Falta de vontade dos funcionários públicos responsáveis por impedir tal ato, ou os comerciantes estão sendo protegidos por alguém da atual administração, já que o escritório de advocacia pertence a família de um vereador?

 

Vale lembrar que as irregularidades na Rua 3300 continuam acontecendo.

 

 


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.