- PUBLICIDADE -

Não dá para confiar em ônibus

Praiana lotado e uma situação de dar raiva

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

@bcm1lgr4u
@bcm1lgr4u

Semana passada falei neste espaço sobre a falta de qualidade do transporte público. Pois bem, nesta semana passei por uma situação de dar raiva.

Estava em Itajaí, e acordei as 6 horas da manhã pois tinha um compromisso em Camboriú às 8h40. Após pegar um coletivo (R$ 3,30) às 7h, desci em frente ao Hotel Ibis para pegar um Praiana (R$ 3,25).

20 minutos depois passou um Praiana. Só passou… Não parou. O motorista gesticulou para dizer que o ônibus estava lotado, com todo mundo amassado lá dentro, sem conforto algum, sem caber mais ninguém.

Por estar completamente lotado, pensei que viria outro logo atrás. Não veio.

Meia hora depois (já era 8h10, e faltava meia hora pro meu compromisso) passou um Praiana que ia para Porto Belo. Com pressa, sem querer me atrasar, subi nesse mesmo.

Desci na rodoviária de BC, e peguei um mototáxi até Camboriú. Me cobrou R$ 10 a corrida, mas não tinha troco para R$ 20, e me devolveu apenas R$ 7. Já estressado e não querendo me incomodar ainda mais, deixei por isso mesmo. Aceitei pagar R$ 13.

Uma viagem de Itajaí à Camboriú que me custou R$ 19,55 (só a ida). E o pior: cheguei quase 20 minutos atrasado e perdi o compromisso. Obrigado, Praiana!

Sobe a gasolina, sobe o preço das passagens, e não dá nem para confiar no transporte público… É hora de colocar as bikes nas ruas, o que não é de todo mal.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Galeria M.I.U. inaugura lado B com a exposição engenhariaREVERSA neste sábado, 12

A Galeria M.I.U. e o artista ONESTOdiesel convidam a todos para o pocketshow e uma tarde de texturas, contrastes, cores, vinhos e um bom papo
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.