- PUBLICIDADE -

Além de serem grandes companheiros, cachorros também ganham espaço no Brasil como atletas em corridas de galgos

A disputa acontece de maneira semelhante com as corridas de cavalos, mas com pequenas diferenças que podem chamar a atenção

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Os cachorros fazem parte da vida de muitas pessoas no Brasil, o que explica por que existem mais de 54 milhões de cães espalhados pelo território nacional. Esse número divulgado em 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é considerado alto e mostra um certo apreço das pessoas por esses companheiros. Porém, o que alguns não sabem é que esses animais também são importantes para as apostas esportivas, principalmente os galgos, uma das raças mais antigas e velozes do mundo.

As famosas e tradicionais corridas de galgos, sendo bastante populares em países europeus, como a Inglaterra e a Espanha, estão ganhando espaço no Brasil com as apostas esportivas. Por ser uma disputa bastante equilibrada, as cotações dos torneios diários costumam ser altas e com boas possibilidades de ganhos. Em algumas competições, por exemplo, o cão favorito para vencer não passa dos 10% de probabilidade, o que é considerado baixo nas apostas esportivas.

A disputa acontece de maneira semelhante com as corridas de cavalos, mas com pequenas diferenças que podem chamar a atenção. As equipes usam galgos nos mesmos circuitos ovais de terra, mas os animais competem sozinhos e sem qualquer atleta guiando. A tradição dessa corrida é tão forte que todos os cachorros ganham preparos e treinamentos profissionais específicos para competir. É um esporte com grande importância e que também mostra a força física dos cães.

Os galgos que participam das corridas são famosos pelas grandes velocidades que atingem. Algumas pesquisas apontam que eles conseguem chegar até os 72 km/h durante as corridas. Um número respeitável e que deixa muitos veículos motorizados para trás. Isso faz com que essa raça tenha uma necessidade maior de atividade física, e as corridas de galgos são uma das opções disponíveis nesse sentido.

Mercado dos animais em alta

Nos últimos anos, os cães ganharam ainda mais atenção na casa das pessoas, assim como todos os animais de estimação. Segundo o Instituto Pet Brasil, o faturamento do mercado neste setor ultrapassa os R$ 40 bilhões no país. Além disso, o setor registrou um crescimento acima dos 13% durante o último ano. Ou seja, a tendência é que os brasileiros gastem ainda mais tempo e dinheiro com os animais no futuro. Isso pode ser visto até mesmo em Balneário Camboriú.

dog

Além de realizar campanhas envolvendo cachorros na cidade, como a Cãominhada, a prefeitura também conta com diferentes leis que protegem esses animais. A ideia é mostrar que a população valoriza esse fiel companheiro. Outro sinal, também pensando no mercado, é a abertura de lojas especializadas em cães. É o caso, por exemplo, da Zee Dog, que possui um espaço exclusivo no Balneário Shopping.

Os cães vão continuar fazendo parte da vida das pessoas no Brasil, talvez de forma ainda mais intensa. Porém, eles não são apenas animais domésticos que ficam no sofá de casa. As apostas esportivas mostram que os galgos, por exemplo, também são importantes para um dos esportes mais tradicionais da Europa. Além de fiéis companheiros, esses cães também podem se destacar por um físico de dar inveja.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura
- PUBLICIDADE -