- PUBLICIDADE -

Balneário Camboriú avança rumo à criação de roteiros integrados

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

O projeto de Desenvolvimento Territorial Sustentável (DTS) na Zona Costeira, desenvolvido pela Empresa de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), está dando mais um passo na região. Um novo encontro na tarde desta terça-feira(13), na Câmara de Vereadores de Porto Belo, traçou novas diretrizes de trabalho entre os quatro municípios que compõem a proposta: Porto Belo, Bombinhas, Itapema e Balneário Camboriú. No evento compareceram o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Balneário Camboriú (Sectur), Ademar Schneider, também o superintendente da Fundação Cultural do município (FCBC), Eduardo Meneghelli Júnior, além de funcionários das duas pastas e de representantes da região.

A proposta é desenvolver os municípios turística e economicamente, valorizando a cultura, as tradições, a agricultura e a pesca. Os encontros iniciaram em meados de 2009 com oficinas de capacitação, e neste ano propõe criar uma agenda de eventos comum entre os municípios, construir roteiros turísticos alternativos, além de receber dois eventos com abrangência internacional: um seminário de desenvolvimento sustentável para a troca de experiências entre países latinos e ainda uma feira territorial que envolva os setores do turismo, da cultura e da economia dos quatro municípios participantes do projeto.

O secretário de Turismo de Balneário Camboriú, Ademar Schneider, destacou na reunião, a importância do projeto, e que o trabalho coincide com objetivos do prefeito Edson Dias (Piriquito), de que Balneário Camboriú auxilie na divulgação da região. “E temos o entendimento de que o primeiro passo deve ser dado na direção do marketing da cultura regional, e nós queremos estar presentes nesse processo”, avaliou Ademar, colocando a Sectur à disposição do DTS.

O público alvo são os pescadores artesanais, agricultores, proprietários de equipamentos turísticos e de hospedagens, secretarias de turismo, entidades da cultura e de desenvolvimento econômico, artesãos entre outros relacionados. Os objetivos principais são despertar o interesse da comunidade para as possibilidades do turismo de base comunitária; a identificação da identidade cultural de cada grupo e os grupos convergentes com esta proposta; e como o turismo pode potencializar as atividades locais. O projeto é do engenheiro agrônomo Sérgio Pinheiro. Ele explica que a intenção da Epagri é integrar cada setor e cada região participante, para que haja troca de experiências, preservação histórico-cultural, e para que aconteça o desenvolvimento entre elas e se alcance o turismo que beneficie a todas as comunidades.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -