Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (26), por volta das 9h, os Agentes de Trânsito abordaram um Fiat Bravo, com placas de Curitiba, na Av. Brasil, próximo à Rua 1300, cujo condutor estava falando ao celular.

Também foi verificado que todos os integrantes do veículo, inclusive o condutor, estavam consumindo bebida alcoólica. Foi constatado hálito etílico e ofertado o teste do bafômetro ao condutor, que se recusou a fazer.

Mediante consulta da CNH, foi apurado que estava suspensa, até abril/2019, e que o condutor é reincidente na alcoolemia.

O veículo ficou retido até a apresentação de condutor habilitado para retirá-lo. A CNH, como já estava suspensa, não tinha como ser novamente recolhida, pois o estado já estava em posse da mesma.

O condutor receberá uma multa de R$ 12.872,68 por quatro infrações gravíssimas cometidas.

Dirigir veículo com CNH cassada ou suspensa R$ 880,41
Reincidência: Dirigir sob a influência de álcool ou qualquer substância psicoativaR$ 5.869,40 *
Recusar-se a ser submetido a teste, exame ou outro procedimento que possa identificar a influência de álcool ou substância psicoativa R$ 5.869,40 *
Dirigir o veículo segurando ou manuseando telefone celular R$ 293,47

* Penalidade para quem é recorrente no período de 12 meses em uma multa gravíssima x10.


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)