Click Camboriú Trânsito Fumtran ameniza impacto das travessias elevadas

Fumtran ameniza impacto das travessias elevadas

🕗 Publicado

em

- Publicidade -

NEWSLETTER

Receba diariamente nossas notícias por e-mail.

Elas existem há cinco anos em Curitiba, capital do Paraná e, segundo um levantamento do tráfego urbano da cidade, feito durante três anos, não houve nenhum registro de atropelamento de pedestres nos 38 locais onde foram instaladas neste período. Conhecidas como travessias elevadas, as faixas de segurança com elevação têm sido a opção para que os órgãos de trânsito municipais de Fortaleza, São Paulo, Belo Horizonte, Bagé (RS), Pindamonhangaba (SP) e agora também em Balneário Camboriú, possam garantir mais segurança à travessia dos pedestres nas vias públicas. Aqui, no entanto, a Secretaria de Segurança, através do Fundo Municipal de Trânsito, resolveu amenizar o impacto das travessias elevadas ao trânsito dos veículos, devido às reclamações recebidas de motoristas e pilotos através da imprensa.

As travessias estão previstas em manual de regulamentação de trânsito do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran. Em São Paulo, por exemplo, no ano de 2003, a cidade que tinha 22 mil lombadas recebeu, através da Companhia de Engenharia de Tráfego, 1.184 novos pedidos para a construção desses bloqueios, considerados os únicos eficientes para o controle efetivo da velocidade nas vias daquela capital. A altura das travessias elevadas é próxima a das calçadas (10 a 15 centímetros) e sua largura varia, em Balneário Camboriú é de 3,70 metros, se transformando numa passarela para pedestres. Por ter altura compatível com a da calçada, porém mais largas do que as lombadas, elas facilitam a passagem de portadores de necessidades especiais, que utilizam ou não cadeiras de rodas.

Técnicos de tráfego de todo o Brasil já se comunicam e esse intercâmbio pretende criar um padrão de construção e sinalização dessas faixas elevadas. Há uma tendência de que as faixas sejam adotadas pela maioria das grandes cidades do País, porque na prática, ela já se mostrou eficiente nos grandes centros. O secretário de Segurança, Adelcio Bernardino, explica que em Balneário Camboriú estavam ocorrendo atropelamentos sobre as faixas de segurança.

“Por mais que estejamos orientando os motoristas durante as nossas Blitze integradas com a Polícia Militar, a conscientização acontece muito pouco. Só para se ter idéia, em 20 dias de Operações Integradas tivemos quase 400 autuações e perto de 200 apreensões”, analisa. “Se todo o condutor respeitasse a sinalização de trânsito, não haveria necessidade de tantos equipamentos e agentes de segurança do trânsito nas ruas da cidade”, complementa.

As travessias elevadas foram instaladas entre quarta e quinta-feira da semana passada (27 e 28 de janeiro), com um ângulo alto para o seu acesso, o que gerou a insatisfação de alguns motoristas. O problema foi resolvido nos dias seguintes e, nesta semana, a empresa que realiza serviços para a Companhia de Urbanização de Balneário Camboriú – Compur, finaliza os acertos e a pintura das novas faixas que priorizam o pedestre,

Segundo explica o gestor do Fumtran, Jaime Aldo Mantelli, essas travessias são fundamentais para a segurança das pessoas. “A preferência à segurança tem que ser garantida ao lado mais fraco. Essas faixas elevadas são uma opção objetiva para o pedestre”, explica Mantelli. Ele informa que ao todo foram implantadas 18 faixas elevadas, a maioria para organizar o trânsito da nova avenida, a Martin Luther (Binário). “A construção da via mostrou que as faixas elevadas seriam uma opção certa, para que os motoristas se acostumassem com a preferência, que agora atravessa antigas vias preferenciais do Bairro das Nações”, analisa. “Deveremos implantar mais travessias elevadas e elas devem reduzir o número de equipamentos de sinalização no trânsito de Balneário Camboriú”, finalizou o gestor.

Foram implantadas duas travessias elevadas na Rua Marrocos, uma na Rua Líbia, e duas na Libéria, Jordânia, Jamaica, Itália e Israel, todas transversais da Avenida Martin Luther (Binário), e ainda três na Avenida Martin Luther e outras duas na Avenida do Estado.

Informações adicionais
Jaime Aldo Mantelli – Gestor do Fumtran – 3360-8647
Adelcio Bernardino – Secretário de Segurança – 3263-0190

Assessoria de Imprensa
Departamento de Comunicação
Prefeitura de Balneário Camboriú
(47) 3267-7022


COMENTE ABAIXO ⬇
- Publicidade -

ESPECIAL

Mais de 50 rótulos de cerveja ganham vitrine no Balneário Beer Week

O mundo cervejeiro vai invadir o Balneário Shopping a partir desta quinta-feira, 23

4º Balneário Beer Week traz cultura cervejeira ao Balneário Shopping

De 23 e 26 de maio, o 4º Balneário Beer Week trará uma programação especial envolvendo cervejarias da região, música e outras atrações ao Balneário Shopping

Balneário Shopping apresenta BS Hall para mercado de eventos

O BS Hall já é o endereço consagrado de eventos que levam a marca do Balneário Shopping
Publicidade