- PUBLICIDADE -

Jandir Bellini anuncia novas medidas de redução de despesas para Itajaí

Algumas das medidas são: suspensão de horas extras, suspensão de qualquer vantagem como viagens e cursos, progressão funcional, entre outras

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

(Nelson Robledo / Divulgação)
(Nelson Robledo / Divulgação)

O Prefeito Jandir Bellini anunciou no início da tarde desta segunda-feira (30) novas medidas para redução das despesas municipais.

A decisão, anunciada durante reunião de colegiado, começa a vigorar nesta quarta-feira (01) e inclui a redução de até 25% dos contratos de bens e serviços; suspensão de horas extras (exceto as horas plantão); suspensão de qualquer vantagem que implique no aumento das despesas com pessoal como viagens e cursos, inclusive a progressão funcional (exceto a revisão anual geral prevista em Lei); e maior controle sobre novas contratações de servidores e substituições de cargos em comissão, que só serão permitidas em casos excepcionais.

Os cortes são necessários para que o Município não feche o ano com déficit já que os repasses da União e Estado continuam em queda, bem como a arrecadação municipal. “Os municípios e estados brasileiros estão passando por um momento complicado. Não temos alternativa senão segurar as contas e reduzir os gastos para garantir a qualidade dos serviços prestados à população itajaiense” falou o prefeito pedindo o apoio de todos os secretários para o cumprimento das medidas.

Itajaí foi uma das primeiras cidades do Brasil a adotar medidas para enxugar custos da máquina pública. Este é o segundo contingenciamento feito pelo Município. O primeiro foi em agosto de 2015 e resultou na economia de quase R$ 10 milhões (de setembro a dezembro) com a redução do contrato de veículos locados; exoneração de 20% dos cargos comissionados; supressão unilateral de até 25% de contratos municipais e implantação do Turno Único de Expediente.

A economia gerada em 2016 ainda não foi calculada e deverá ser maior com a adoção das novas medidas.

As ações visam equilibrar as contas municipais, evitando que novos gastos sejam feitos e garantindo o pagamento em dia dos salários dos servidores e dos fornecedores, bem como a continuidade das principais obras e serviços.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.