- PUBLICIDADE -

Segue para sanção obrigatoriedade do teste da linguinha em Balneário Camboriú

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

O projeto apresentado pelo vereador Roberto Souza Junior (PMDB) no ano passado, que obriga hospitais e maternidades de Balneário Camboriú a realizarem exames em recém-nascidos para avaliar a anatomia da língua, o denominado “teste da linguinha”, foi aprovado em redação final na sessão ordinária de quarta-feira (2).

A proposta tem como objetivo diagnosticar precocemente a anomalia do frênulo lingual, conhecida por “língua presa”, que dificulta a sucção, a deglutição e a mastigação, além de causar problemas na fala. “Além de dificuldades na alimentação outro grande problema é a língua presa, onde muitas crianças, jovens e adolescentes acabam sendo vítimas de bullying. O teste vai prevenir isso” lembra o parlamentar.

O exame será realizado gratuitamente por fonoaudiólogo ou por outro profissional da saúde devidamente capacitado, na própria unidade hospitalar, antes de ser concedida alta médica para liberação e abrange todos os bebês atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), por planos de saúde, ou mesmo se tratando de paciente particular.

O projeto segue agora para o Poder Executivo para ser sancionado pelo governo municipal.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.