- PUBLICIDADE -

Movimento Popular entrega pauta de reivindicações na sessão plenária

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Empresa catarinense tem o melhor custo benefício do Brasil em colchões magnéticos

Além dos colchões magnéticos, a Superlife Colchões também conta com os mais variados modelos de cabeceiras, base baú e base box com auxiliar, tudo com fabricação própria

Movimento popular entrega pauta reivindicações na sessão plenária. Foto: Orval Molina
Movimento popular entrega pauta reivindicações na sessão plenária. Foto: Orval Molina

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, desta quarta-feira (26), iniciou atendendo o requerimento do Movimento “Não é só por R$ 0,20” para entrega de reivindicações aos poderes executivo e legislativo. O presidente vereador Nilson Probst (PMDB) convidou o prefeito Edson Renato Dias e o comandante da 12º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Marcello Martinez, para composição da mesa e recebimento do documento.

O representante do Movimento Popular “Não é só por R$ 0,20”, Alexandre de Souza Metzger, fez o uso da palavra na Tribuna Livre para falar do movimento e apresentar as reivindicações que abrangem as áreas do transporte público, saúde, educação, segurança, turismo, lazer, transparência e infraestrutura. A posição oficial, referente às propostas apresentadas, será aguardada até o próximo dia primeiro de julho.

Alexandre entregou a cópia do plano de governo proposto na campanha eleitoral ao pleito municipal, salientando que é uma forma de reafirmar os propósitos e compromissos contratados pela população de Balneário Camboriú através do voto. Também foi apresentado um estudo de balneabilidade feito por técnicos ambientalistas do município, que alertam para uma reflexão maior de como fazer o uso do meio ambiente em Balneário Camboriú.

Após a oficialização da entrega dos documentos, o comandante Marcello Martinez usou a palavra e ressaltou a “importância de ser um dos protagonistas deste momento histórico que o Brasil vive. É uma honra ser convidado para participar das reuniões do movimento e oferecer segurança. Esse é o nosso papel principal, proteger o cidadão”, declarou Martinez. “A constituição prevê que é livre a manifestação, comunicando às autoridades. É institucional e assim podemos dar segurança ao movimento”, concluiu o comandante.

O prefeito Edson Renato Dias falou na Tribuna sobre as manifestações nacionais e os questionamentos feitos pelos representantes do movimento, convidando-os para receber em seu gabinete, a resposta oficial na data solicitada na pauta das reivindicações. “Esse movimento é do povo brasileiro e tomou esta proporção, porque cada um levantou a bandeira que entende ser modificada, e não as bandeiras: única, política e partidária”, finalizou o prefeito. “Quero crer que a gente consiga avançar e ter essa mudança que o país tanto precisa, de forma pacífica e ordeira.”

Em nome do movimento popular “Não é só por R$ 0,20”, o vereador Leonardo Piruka (PP) solicitou o uso do plenário para realizar uma assembleia, nesta quinta-feira (27) à noite, com a intenção de eleger dentre os participantes um grupo que irá coordenar os trabalhos. O presidente afirmou que a Câmara é a “Casa do Povo” e prontamente colocou a sede legislativa à disposição, relembrando que já foi aberto o espaço para uma reunião dos grupos, ocorrida no início desta semana.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mulheres: 100 leitoras serão presenteadas com 10 seções de depilação a laser na Maislaser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.