Juíza Eleitoral defere candidaturas de Piriquito e Dalvesco

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Sentença da Juíza Alaíde Nolli, da 56ª Zona Eleitoral, neste domingo (05), deferiu as candidaturas de Edson Piriquito e Cláudio Dalvesco à Prefeitura de Balneário Camboriú, na eleição de outubro. A decisão contraria argumentos da promotoria com base em representação da oposição sob o pretexto de que o candidato do PMDB recebera verbas irregulares por conta de sessões extras no Legislativo Municipal.

A juíza rebateu em longas doze páginas toda a argumentação e assegurou assim o deferimento das candidaturas para prefeito e vice de Balneário Camboriú. Advogados a serviço da oposição insistiam em irregularidades na Câmara de Vereadores por conta de “jetons” para a um grupo de vereadores, entre eles Edson Piriquito, por sessões extras. “Na verdade esses valores já haviam sido devolvidos à época tão logo fora percebido o erro”, conta o advogado Eduardo Ribeiro, encarregado da defesa do candidato Piriquito.

Livre do problema, Edson Piriquito deu sequência no fim de semana ao programa da campanha eleitoral. Se reuniu novamente com os 104 candidatos a vereança pelos 16 partidos que integram a coligação capitaneada pelo PMDB. Também participou de reuniões para mobilização comunitária conforme agenda da coordenação de campanha.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -