- PUBLICIDADE -

Estelionatários de Balneário Camboriú são presos no Rio de Janeiro

Grupo adquiria dados bancários na "deep web" e gerava títulos de créditos falsos com os dados das vítimas, destinado os valores para contas de “laranjas”

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?

RIO DE JANEIRO – Policiais civis da 14ª DP do Leblon prenderam em flagrante, nesta quarta-feira, 11.maio.2022, dois homens e duas mulheres que integram uma organização criminosa especializada em golpes virtuais. Eles foram autuados por estelionato, associação criminosa, corrupção ativa e posse de arma de fogo de uso restrito.

Os quatro passaram a ser monitorados quando os agentes do Setor de Inteligência da delegacia do Leblon foram alertados de uma suposta tentativa de venda irregular de joias em famosas joalherias da região. Dois deles foram abordados quando se deslocavam de carro e conduzidos à 14ª DP para averiguação. A dupla estava com peças de ouro e um dos criminosos ainda ofereceu R$ 150 mil aos policiais para ser liberado.

Após levantamento de informações de inteligência e cruzamento de dados, foi contatado que se tratava de uma quadrilha oriunda de Balneário Camboriú. O golpe aplicado pelo grupo consiste na aquisição de dados bancários das vítimas na “deep web” e geração de links de títulos de créditos falsos cujo pagamento, realizado com os dados das vítimas, é destinado para contas de “laranjas” do próprio bando. Com o dinheiro subtraído, os indivíduos realizam diversas transferências de baixo valor para dificultar o rastreio da movimentação financeira, além de adquirirem bens para revenda, tais como as joias arrecadadas.

Os agentes conseguiram ainda localizar dois apartamentos de aluguel de temporada, na Barra da Tijuca, Zone Oeste do Rio, onde a quadrilha estaria hospedada. Em diligência aos imóveis, foram identificadas as outras duas integrantes do grupo, que se beneficiavam diretamente dos valores obtidos com a fraude, ostentando vida de luxo.

Em um dos apartamentos, foram arrecadados uma pistola com numeração raspada, com kit rajada, dois carregadores e 34 munições, além de 10 celulares, R$ 4,6 mil em espécie e um automóvel de procedência duvidosa.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
- PUBLICIDADE -