- PUBLICIDADE -

Homens armados e encapuzados invadem UTI e executam paciente

Paciente morreu após levar dois tiros na UTI do Hospital Municipal Ruth Cardoso

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Na madrugada desta segunda-feira (02), às 00h53, a Polícia Militar foi empenhada para atender a uma ocorrência no Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, onde um paciente que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi alvejado por homens que invadiram a unidade.

No local foram ouvidas duas testemunhas, que relataram que estavam trabalhando no setor de UTI do Hospital Ruth Cardoso, quando ouviram um disparo de arma de fogo e viraram para olhar o que estava acontecendo. Em seguida, um homem de capuz na cabeça disse para não olhar, virar de costas e calar a boca, momento em que ouviram um segundo disparo.

Outra funcionária confirmou a versão. Ela disse que trabalhava no plantão do hospital quando dois indivíduos, ambos de pele clara, com roupas pretas, usando tocas para cobrir o rosto, entraram no setor da UTI do hospital pela porta principal, ambos com armas em punho, dizendo para não ficar olhando e enquanto um ficou mais afastado, o outro foi até a maca do paciente Anderson dos Santos Coelho e efetuou dois disparos contra ele. Na sequencia, disseram novamente para não olhar e não falar nada, saindo pelo mesmo local onde entraram.

Foi indicado à guarnição, que se fez presente no hospital, a localização de duas munições no setor de UTI, onde uma cápsula deflagrada teria sido recolhida por um funcionário do hospital e deixada sob o balcão da UTI e outra cápsula intacta no chão próximo ao mesmo balcão.

Foi verificado que havia sinais de arrombamento por uma porta lateral do acesso de emergência localizada próxima a entrada da UTI, possivelmente, utilizado pelos autores, sendo que nesta rota não há câmera de monitoramento interno e externo, prejudicando a identificação dos autores.Não foi localizado a segunda cápsula deflagrada no local. I

O setor onde ocorreu o fato não há câmera de monitoramento. Perguntado ao médico de plantão, a vítima sofreu dois disparos, sendo um na região do tórax e outro na região do abdômen. Ele passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu e morreu por volta das 8h.

Segundo a secretária de saúde, Andressa Haddad, o Hospital Municipal Ruth Cardoso conta com quatro vigias patrimoniais de prontidão para acionar as forças de segurança em casos que exijam uso de força. Nenhum servidor se feriu no ocorrido e o programa Abraço ao Servidor foi acionado para dar apoio emocional aos funcionários. A Guarda Municipal foi acionada e realiza rondas para localizar os agressores.

Anderson, de 30 anos, estava internado desde o sábado de carnaval (22), quando sofreu uma tentativa de execução em frente a uma loja de conveniência na Avenida do Estado. Ele tinha passagens por roubo, tráfico, porte de arma e era investigado por homicídio.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.