- PUBLICIDADE -

356kg de maconha são pegos em carro roubado em Itapema

O motorista, paranaense não quis revelar nem onde buscou a droga e nem qual seria o destino

Publicado em

viaPRF
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Policiais rodoviários federais apreenderam no final da manhã desta segunda-feira, 22.jul.2019, na BR 101 em Itapema, 356 quilos de maconha e recuperaram um carro roubado que circulava clonado. Um homem foi preso.

Os agentes deram ordem de parada a um Peugeot/207 mas o motorista não obedeceu e fugiu em alta velocidade. Depois de cerca de 10 km, ao tentar acessar uma via lateral da rodovia, o motorista perdeu o controle, rodou e abandonou o veículo correndo, mas foi capturado em seguida.

Os tabletes com a droga foram encontrados no porta-malas, banco traseiro e assoalho do veículo, escondidos debaixo de tapetes. O Peugeot tinha registro de furto/rouba na cidade de Pelotas/RS mas circulava clonado, com placas e outros sinais identificadores de outro veículo de mesmas características.

O motorista, paranaense de 22 anos, não quis revelar nem onde buscou a droga e nem qual seria o destino. Ele foi conduzido à Central de Polícia de Itapema, onde vai responder por tráfico de drogas e receptação.


COMENTE ABAIXO ⬇
itapema-219090.html" data-numposts="15" data-order-by="social" data-width="100%">

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.