Negociação com suspeito de ter matado a namorada já dura mais de 10 horas

O homem disse que havia matado sua namorada e que iria se matar

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Jogaderia resgata cultura dos jogos de tabuleiro no Balneário Shopping neste final de semana

Evento especial objetiva conectar as pessoas e proporcionar experiências com jogos longe das telas eletrônicas
O homem, irredutível na sacada.

Um homem é suspeito de ter matado a namorada e esquartejado o corpo no edifício Ilha Paquetá, situado na Rua 3150, no Centro de Balneário Camboriú.

Segundo vizinhos do apartamento, o casal teve uma briga feira na quinta-feira (28). Depois disso, a mulher não foi mais vista pelos vizinhos

Nesta terça-feira (2), o suspeito carregou vários sacos de gelo para o apartamento, levantando suspeita. Ele foi questionado pelos vizinhos, a quem disse que havia adquirido um peixe grande. Devido a suspeita e o odor que estava exalando do apartamento, os vizinhos acionaram o 190, próximo das 18h.

Ao chegar no apartamento o suspeito não respondeu aos chamados da Guarnição. De outro apartamento foi visualizado que ele estava na residência. A Guarnição novamente chamou o suspeito e ele finalmente respondeu. Segundo a PM, sua conversa estava confusa e falava coisas desconexas.

Foi acionado o BOPE, pois suspeito falou que havia matado sua namorada e que iria se matar. A negociação iniciou, e já de inicio os policiais notaram que ele aparentava estar em surto psicótico. A todo instante ele ameaçava se jogar, ficando sentado na mureta da sacada. Sempre dizia estar armado com uma pistola glock e queria que a PM entrasse arrombando a porta

Disse que conhecia as técnicas de resgate e sabia que a PM estava com uma equipe pra fazer o salvamento por cabos. Falou que se visse mais alguém além do negociador, iria se jogar. Como a todo instante fica olhando pra cima impossibilitou a manobra.

“Tentamos de todas as maneiras entrar em contato com a possível vítima , mas nao conseguimos. Sua última visualização no Whatsapp foi quinta-feira”, disse o coronel Alexandre. “Algumas pessoas divulgaram em rede que ele estaria com uma criança, filho dele, fato inverídico. A criança está com a mãe. A princípio no apartamento só estavam os dois”, esclareceu.

A ocorrência ainda está em andamento no momento da publicação desta matéria.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Clínica Beleti: reabilitação orofacial e estética

Conheça um pouco do que a reabilitação orofacial pode fazer por você
- Publicidade -