- PUBLICIDADE -

Polícia Militar de Itapema recupera 340 botijões de gás furtados no Paraná

Cinco pessoas foram presas por receptação e associação criminosa

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

gasPor volta das 18h30min desta sexta-feira (15), uma guarnição PM recebeu informação de que uma carga de botijões de gás furtada no Paraná estaria sendo negociada na cidade de Itapema, seria descarregada no depósito de gás da Rua 700, no Bairro Várzea.

Diligências foram realizadas no local e confirmada a localização da carga. Diante do flagrante, a polícia foi atrás dos envolvidos no crime. Eles foram localizados nas proximidades no posto de combustível em frente à Polícia Rodoviária Federal.

Segundo o proprietário do galpão, M.R.A.C., ele apenas havia emprestado seu estabelecimento para guardar a carga. Dessa forma, foi arrolado como testemunha. Dois veículos utilizados no crime, um caminhão e um Fiat Palio, foram apreendidos.

Já na delegacia, o proprietário da carga furtada compareceu para reaver seu bem. Os cinco envolvidos foram presos por Receptação e Associação Criminosa sendo conduzidos à DP para lavratura do Auto de Prisão em Flagrante.


COMENTE ABAIXO ⬇
itapema-recupera-340-botijoes-de-gas-furtados-no-parana-145487.html" data-numposts="15" data-order-by="social" data-width="100%">

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.