Quatro homens são detidos em Itajaí após agredirem suas companheiras

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

A Polícia Militar de Itajaí atendeu a quatro ocorrências de violência contra mulher no primeiro dia de 2014.

Por volta das 7h, a PM foi solicitada para atender caso de violência doméstica numa residência da rua Antônio José da Veiga, no bairro Imaruí. No local, os policiais entraram em contato com a vítima, Z.D.S. (29), que informou que seu marido havia lhe agredido e impedido que ela e seus dois filhos de 11 e 7 anos entrassem em casa. O autor, I.D. (45), estava caminhando pela via quando foi avistado e detido pelos PMs. Ele foi encaminhado à CPP para lavratura do flagrante por agressão à mulher.

25 minutos depois, uma mulher acionou a PM depois que ela e seu marido JR.N. (28) agrediram-se, na Rua Donato Pereira, na Fazendinha. No confronto, J.R.N. saiu com corte, arranhões e hematoma aparentes. Ao ser abordado o casal, os policiais constataram que o homem tinha indiciamento por estupro e receptação e estava com mandado de prisão em aberto por esses crimes. O foragido passou por exame de corpo delito e foi levado ao CP da Canhanduba com o documento da Justiça onde ficou preso.

Aproximadamente às 08h 42 min, outra mulher informou à PM que, após uma discussão com o marido no dia anterior, ela saiu de casa. Ao retornar à residência, localizada na rua José Emiliano da Silva, no bairro Cordeiros, flagrou o marido W.T.A. (25), com outra mulher no local. Durante confronto, o homem a agrediu deixando lesões no rosto e a expulsou-a de casa. Os policiais militares deram voz de prisão ao autor que foi conduzido à CPP, junto da mulher C.C.M. (35), onde foi autuado na Lei Maria da Penha.

À noite, por volta das 21h 13min, a vítima E.A.C.V. (48), informou à PM que seu companheiro, M.A.F.S. (43), havia chegado em casa embriagado e lhe agredido. Os policiais se dirigiram à residência, localizada na Rua Heitor Liberato, no Bairro São João, e abordaram o autor no interior, que reagiu à voz de prisão. Foi necessário uso de força física para detê-lo. O acusado foi levado à CPP para ser autuado por violência contra mulher (Lei Maria da Penha). A vítima acompanhou os procedimentos legais na delegacia.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -