- PUBLICIDADE -

Ladrão se passa por agente da dengue

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

Nesta terça-feira (10), a Secretaria de Saúde e Saneamento de Balneário Camboriú, através do Programa de Combate à Dengue, recebeu denúncias de pessoas que foram roubadas por um homem que entra nos domicílios se passando por agente da dengue e realizou furtos nestas residências.

Segundo Márcio Cristiano Passing, coordenador do programa, nesta terça aconteceram dois casos no centro da cidade, onde o homem, de aproximadamente 1,80m, de pele morena e com sotaque nordestino, entrou em duas residências, uma na rua 1542 e outra na rua 2438, se dizendo agente municipal de combate à dengue e realizou furtos no interior destas casas.

Os relatos dão conta que o suposto ladrão chega à residência, se identifica como agente da dengue e passa uma espécie de veneno dentro da casa. Os moradores deixam o homem sozinho, achando que ele está fazendo o seu trabalho e neste intervalo, realiza os furtos.

As vítimas procuraram a Vigilância Sanitária no Programa de Combate à Dengue e, de acordo com Márcio, estão sendo orientadas a fazer um Boletim de Ocorrência (B.O), pois ele explica que as características de abordagem e uniformização do ladrão não batem com os profissionais que trabalham na Saúde. “Nós orientamos essas pessoas a fazer um B.O e estamos indo aos meios de comunicação fazer este alerta para que as pessoas prestem bem atenção no agente que chega as casa”, explica.

O coordenador ressalta que os agentes municipais de Balneário Camboriú estão devidamente uniformizados. Eles usam um jaleco na cor cáqui com brasões do município e logomarcas da saúde. Usam também uma bolsa com identificação do programa e vestem calças ou bermudas jeans. Todos também usam crachás de identificação da Secretaria de Saúde e Saneamento. Já o suspeito ladrão se apresentou às vítimas usando roupa na cor cinza e com um crachá falso, não idêntico ao da Saúde.

“Orientamos os moradores que tenham dúvida quanto ao nosso agente, que perguntem o seu nome e ligue para o programa através dos telefones (47) 3261-6210 ou 3261-6264, para ter certeza que o agente é o verdadeiro, caso contrário, a pessoa deve ligar imediatamente para a polícia, pois este não é nosso agente”, ressalta o coordenador.

Para Márcio Passing, é lamentável o ocorrido, pois o Programa de Combate à Dengue é um sucesso em Balneário Camboriú e fatos como estes não podem tirar a credibilidade do trabalho. “Precisamos visitar as casas, estabelecimentos, condomínios e outros locais, nosso trabalho é sério e muito diferente do relatado. Não passamos veneno dentro das casas, mas sim, em locais onde o foco do mosquito é encontrado, precisamos dar este alerta para a população. Vamos também registrar um Boletim de Ocorrência narrando os fatos”, finalizou.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.