- PUBLICIDADE -

Polícia prende suspeitos de envolvimento em atentados contra vereadores de Camboriú

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Cinco pessoas foram presas, numa operação policial iniciada na madrugada desta segunda-feira, suspeitas de envolvimento em atentados contra vereadores de Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, entre 2005 e 2007.

Quatro prisões ocorreram na cidade catarinense e outra em Salvador do Sul (RS). Entre os detidos está um ex-secretário do município.

Os suspeitos foram detidos por agentes da Diretoria Estaduais de Investigações Criminais (Deic) de Florianópolis, com o apoio de policiais civis da região e agentes gaúchos, no cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária.

Com eles, foram apreendidas duas armas de fogo. Outros dois suspeitos de envolvimento no caso continuam foragidos: um está desaparecido e, o outro, não teve a identidade descoberta pela polícia.

Segundo a polícia, entre 2005 e 2007, os então vereadores Claudinei Loos (PMDB), Imenésio de Souza (PDT) e Lucien Anderson de Aguiar (PT) foram vítimas de atentados.

Os três vereadores integravam à época uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigava irregularidades na prefeitura. Loos foi reeleito para a Câmara em 2008 e Aguiar foi candidato a prefeito.

As vítimas tiveram as casas atingidas por tiros, receberam ameaças de morte por telefone e, no caso de Loos e Lucien, tiveram as residências invadidas por assaltantes.

Fonte: Diário Catarinense


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.