- PUBLICIDADE -

Polícia Civil elucida latrocínio em Balneário Camboriú

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Studio Volari vai presentear 100 pessoas com design de sobrancelhas, máscaras de led e de ouro e aula de pilates

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 2122-3230, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99635-7278

A Polícia Civil, através da Central de Investigações de Balneário Camboriú, elucidou o latrocínio (roubo seguido de morte), que vitimou a empresária Pâmela Cristiane Mittmann Donner, morta por um disparo de arma de fogo, durante um assalto ocorrido no dia 24/01/2010, na própria residência, localizada no Bairro Iate Clube. Os acusados do crime, Anderson Edson da Cruz, de 23 anos, Dyego Calton Gonçalves, 23, e Adílio Ferreira, 35, foram reconhecidos pelas vítimas e por testemunhas. Todos os três estão presos.

De acordo com a Central de Investigações de Balneário Camboriú, após intensas investigações, foram identificados os homens envolvidos no assassinato da empresária. Diante das evidências, a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva dos acusados, sendo prontamente deferida pelo Poder Judiciário.

Conforme o Delegado André Manoel de Oliveira Filho, Gonçalves foi preso no dia 05/04/2010, Cruz no dia 14/04/2010 e Ferreira já havia sido preso há dois meses.

O crime

No dia 24 de janeiro, a empresária foi surpreendia quando chegava em casa com mais duas pessoas. Todos foram mantidos reféns por três criminosos e levados para o interior da residência.

Depois de roubarem celulares e R$ 600 em dinheiro, os assaltantes começaram a pressionar os donos da casa pedindo a localização do cofre da família. Diante das ameaças, as vítimas alegaram que não havia cofre, mas tinham mais U$ 1,2 mil (aproximadamente R$ 2 mil) guardados em um dos quartos.

A mulher conduziu um dos assaltantes até o andar superior, onde estaria a quantia. Logo em seguida, segundo os depoimentos das outras duas testemunhas, ouviu-se um disparo. O assaltante desceu e discutiu com os comparsas. Eles agrediram os dois homens, que eram mantidos ajoelhados, e depois fugiram. A empresária levou um tiro na cabeça.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.