- PUBLICIDADE -

Mulher que se jogou de prédio sofria de transtorno bipolar

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Studio Volari vai presentear 100 pessoas com design de sobrancelhas, máscaras de led e de ouro e aula de pilates

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 2122-3230, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99635-7278

Na noite do último sábado (17), Natasha de Guedes Rodrigues, 34 anos, resolveu dar um fim em sua própria vida. Natasha, que sofria de transtorno bipolar, se jogou do décimo andar do edifício Cap. Ferraz, na Av. Atlântica próximo à rua 2.400, onde morava. A tragédia aconteceu pouco antes da meia-noite. A mulher teria esperado o marido domir para cometer o ato. O corpo foi encontrado na calçada por quem passava em frente ao edifício.

Bipolaridade é uma doença caracterizada por episódios repetidos, ou alternados, de mania e depressão. Uma pessoa com transtorno bipolar está sujeita a episódios de extrema alegria, euforia e humor excessivamente elevado (hipomania ou mania), e também a episódios de humor muito baixo e desespero (depressão).

O paciente de bipolaridade pode chegar ao extremo da depressão seguida de suicídio e, no outro extremo, a euforia de tentar escrever um livro num só dia, por exemplo.

No caso de Natasha, a doença chegou ao extremo da depressão seguida de suicídio.

Se você pensar em fazer besteira, ligue antes pro 141, CVV, que alguém vai poder te ajudar.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.