Assalto à Relojoaria Loch: tiro foi disparado por PM que estava de folga

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Após ser preso em flagrante na noite de quarta-feira, por assaltar a Relojoaria Loch no Shopping Atlântico, o argentino Hector Alejandro de La Reta, 57 anos, se apresentou à polícia com a identidade falsa de Nelson Mendes Cardoso.

Quem levou a pior foi seu parceiro, Carlos Alberto Laureano, 37 anos, morto com um tiro na cabeça. Um terceiro elemento, que estaria dando cobertura para a dupla armada com revólveres calibre 38 , fugiu.

Entenda o assalto

Por volta das 21:30h desta quarta-feira, dia 24, Hector e Carlos renderam os funcionários da Relojoaria Loch. Após encherem uma pasta com jóias, tentaram fugir. Um policial militar, identificado como Conti, que estava de folga passeando no shopping, percebeu a ação da dupla e tentou interceptá-los, disparando um tiro na cabeça de Carlos, que teria reagido e se negado a baixar a arma. Hector não teve sucesso na fuga e foi preso em flagrante. Um terceiro elemento, que estaria dando cobertura à dupla, fugiu.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -