Bebê vítima de engasgamento é salva pela Polícia Militar em Camboriú

Pai se dirigiu à base da PM após perceber que a bebê se engasgou com uma secreção, obstruindo sua respiração

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

No início da noite de quinta-feira, 15.ago.2019, o 3º Sargento Everson Camargo e o 3º Sargento Sandro Jorge Vieira, estavam de plantão na sede da Polícia Militar em Camboriú, quando foram surpreendidos por um pai com uma bebê de 40 dias de vida, vítima de engasgamento.

O pai estava com sua esposa e suas filhas em casa, quando percebeu que a mais nova estava tossindo e em seguida se engasgou com uma secreção, obstruindo sua respiração. Como a família mora a poucas ruas da companhia, na Rua San Marino no Bairro Santa Regina, ele rapidamente colocou a menina no carro e se dirigiu até a Polícia Militar.

O pai chegou em desespero com a filha já desacordada no colo. De imediato, um dos policiais de plantão tomou a menina em seus braços para realizar a “Manobra de Heimlich”, uma técnica de primeiros socorros, utilizada em casos de asfixia, a qual consiste em colocar o bebê de bruços, deitado em cima do antebraço, de modo que ele fique reto e com a cabeça um pouco mais baixa que o resto do corpo.

O 3º Sargento Everson Camargo realizou a técnica na recém-nascida, e em questão de segundos a menina moveu o braço, mostrando sinais de que a respiração havia sido restabelecida.

A criança foi conduzida ao hospital e posteriormente os pais informaram a Polícia Militar que ela não sofria mais nenhum risco.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -