- PUBLICIDADE -

Instalação de unidade do Hemosc foi discutida em audiência pública

A reunião foi realizada por sugestão do vereador Arlindo Cruz (MDB)

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Tenha seu cabelo recuperado com o cronograma capilar do Studio Novo Estilo

O Studio Novo Estilo oferece a seus clientes a oportunidade de realmente ter seu cabelo recuperado

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú promoveu, na noite da última quinta-feira (31), uma audiência pública para discutir a necessidade da instalação de uma unidade do Hemosc na região. A reunião foi realizada por sugestão do vereador Arlindo Cruz (MDB).

O Hemosc é o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina, que coordena a captação e distribuição de sangue no estado. Além do órgão, localizado em Florianópolis, existem seis hemocentros regionais, em Lages, Joaçaba, Chapecó, Criciúma, Joinville e Blumenau.

No início da audiência, falaram a coordenadora do Movimento Pró-Hemosc, a professora Glória Maria Dal Castel, e a presidente da Comissão de Direitos Humanos da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Itajaí e integrante do Movimento, Anna Kleine Neves. Em seguida, a palavra foi aberta ao público.

O Movimento Pró-Hemosc é uma mobilização popular pela instalação de uma unidade do órgão na região, e começou no início de 2019. As integrantes do Movimento relataram que, em setembro deste ano, a questão foi tratada em uma reunião na OAB-Itajaí e em uma audiência pública na Câmara Municipal de Itajaí, e em ambas as ocasiões os representantes do Hemosc presentes afirmaram que o mais adequado seria a instalação de um centro de distribuição e coleta seletiva do órgão, e não uma unidade completa, em função dos custos e da demanda de sangue na região.

No momento, o Movimento está à procura de um espaço físico para a possível instalação desse centro de distribuição, provavelmente em Itajaí, e promove uma campanha de cadastramento de potenciais doadores de sangue (saiba mais no https://www.movimentohemosc.com.br/).

Os custos de instalação e manutenção do centro seriam arcados solidariamente por Estado e Município, mas também se estuda fazer um consórcio entre as cidades da AMFRI (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí), visto que o centro atenderia a demanda de toda a região.

“Vamos entregar o relatório da audiência ao prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, que é presidente da AMFRI, para que possamos levar esse anseio da população para os onze municípios da região. É muito importante o apoio de todos”, ressalta o vereador Arlindo Cruz.

Estiveram presentes à audiência desta quinta-feira os vereadores Asinil Medeiros (PL) e Patrick Machado (PDT); representantes dos deputados estaduais Coronel Mocellin e Kennedy Nunes; o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-BC, Giovan Nardelli; representantes da Secretaria Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde de Balneário Camboriú, do Hospital Municipal Ruth Cardoso e do Hospital do Coração.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Podcast CLT NÃO reestreia com Lucas Sorin neste sábado, 18

Diogo Barbosa conversa ao vivo com o atleta que foi diversas vezes campeão brasileiro e sul-americano na modalidade Sanda
- PUBLICIDADE -