- PUBLICIDADE -

SAMU comemora dez anos de exercício em Balneário Camboriú

São duas ambulâncias, uma utilizada diariamente e outra como reserva, auxiliam na assistência prestada à população

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

(Divulgação)
(Divulgação)

A Secretaria de Saúde e Saneamento de Balneário Camboriú tem, neste mês de abril, um grande motivo para comemorar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) celebra dez anos de exercício dentro do município.

Com assistência voltada a casos de urgência e emergência, formada por profissionais capacitados, a unidade guarda, ao longo da última década, boas lembranças e momentos difíceis.

Era uma novidade no estado e na cidade. Apesar de não ter sido instruído a população de como o serviço funcionava, logo já tínhamos muitas solicitações. Eram muitas ligações e atendimentos, como é até hoje. Mas, claro que os trotes eram em maior número e a população ainda estava um pouco desorientada”, comenta Renaldo Marquatto, socorrista desde a implantação.

Implantada no início de 2006, a unidade especializada tinha sede estruturada anexa à Unidade Básica de Saúde Central, na Rua 1500. Pouco tempo depois, o serviço foi transferido para a Rua Nepal, no bairro das Nações, próximo, também, da Central de Regulação do SAMU. Com número similar de funcionários ao do quadro inicial, integram a equipe, atualmente, seis técnicos de enfermagem, um coordenador e outros seis motoristas socorristas. Duas ambulâncias, uma utilizada diariamente e outra como reserva, auxiliam na assistência prestada à população.

Assim que acionado pelo número de telefone 192, o serviço passa pela Central de Regulação, no qual um técnico auxiliar de regulação médica (TARM) coleta as informações sobre a ocorrência. Em seguida, ele transfere a ligação para um regulador, que dá suporte de atendimento através da tele medicina. O médico, ainda nesse momento, tria a necessidade ou não do envio de ambulâncias e difere o tipo do atendimento em básico ou avançado. Se houver a necessidade de deslocamento, um raio operador (RO) identifica e informa a unidade mais próxima, que se desloca imediatamente para o local.

Com muito chão percorrido, até nascimentos dentro da ambulância o SAMU já registrou. Em 2014, por exemplo, após passar o dia em trabalho de parto, uma balneocamboriuense deu à luz, ali mesmo, na Bravo 01. Entretanto, não só de histórias com finais felizes vive a unidade. Ao longo dos últimos anos, apesar do esforço direcionado aos atendimentos, muitas perdas foram registradas. “Lembro de uma criança de dois anos que foi baleada no colo do pai. Quando nossa equipe chegou ao local, o pai estava morto e a criança inconsciente, em estado grave. Lá, ainda estava a pessoa que efetuou o disparo, o que colocou nossa equipe em risco. A criança foi socorrida, mas acabou indo a óbito no hospital, situação que entristeceu todos os envolvidos”, relembra Juliana Marion Delatorre, coordenadora do serviço.

Sempre em busca de resolução dos problemas “in loco”, no local da ocorrência, o SAMU tem trabalho reconhecido pela gestão. “Os socorristas são agentes de saúde habilitados com conhecimento a nível hospitalar. Apesar de muitas rotinas exacerbadas, nunca faltou o cuidado nos atendimentos e, nesse momento, não se comemora apenas os dez anos de história em Balneário Camboriú. Comemora-se também a excelência na assistência prestada”, expõe o prefeito Edson Renato Dias, o Piriquito.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.