A Secretaria de Saúde e Saneamento de Balneário Camboriú, por meio do Programa Municipal de Combate à Dengue, informa que, até a tarde de quarta-feira (18), Balneário Camboriú registrou 169 focos do mosquito transmissor da doença, mas nenhum caso com origem no município. Do número total, 112 focos são na região central.

Balneário Camboriú possui uma rede de armadilhas, monitorada semanalmente, e pontos estratégicos, que acumulam água por natureza própria, são monitorados quinzenalmente. Agentes do Programa visitam residências, áreas de comércio e locais propícios ao surgimento de focos para controlar a situação.

De acordo com o coordenador do programa, Márcio Cristiano Passing, “além do trabalho dos agentes, a população deve fazer ações para que não surjam focos do mosquito, eliminando todo e qualquer tipo de depósito que acumule água”.

O orientado à população é evitar o acúmulo de água parada. Dentre as medidas de prevenção cabíveis estão preencher pratos de plantas com areia ou descartá-los, manter baldes secos e com a borda para baixo, tratar piscinas com cloro e limpar calhas semanalmente, substituir bromélias por outras plantas em jardins, entre outros.


COMENTE ABAIXO ⬇