- PUBLICIDADE -

Balneário Camboriú ganhará UPA 24h ainda em 2012

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

Diretamente de Brasília, o secretário Municipal de Saúde de Balneário Camboriú, José Roberto Spósito, e o gestor do Fundo Municipal de Saúde, Rafael Steiner Schroeder, informaram que, ainda em 2012, a cidade receberá uma Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) do tipo 1, com recursos do Ministério da Saúde. Nesta quarta-feira (25), o secretário e o gestor participaram de uma reunião na Secretaria Nacional de Atenção à Saúde, em Brasília, onde ficou definida, pelo Governo Federal, a confirmação de que Balneário Camboriú foi contemplada.

“É mais uma excelente notícia para Balneário Camboriú e uma luta que começou em 2009. Vencemos diversas dificuldades burocráticas e quem ganha é a nossa população, pois a saúde é prioridade em Balneário Camboriú”, comemora o prefeito Edson Renato Dias, Piriquito.

Segundo o gestor do Fundo Municipal de Saúde, Rafael Steiner Schroeder, a UPA será do tipo 1, nos moldes da atual unidade de atendimento 24h da Barra. O município irá receber R$ 1,4 milhão para a construção da nova unidade, mobília e equipamentos e depois de inaugurada, o Ministério da Saúde garantirá R$ 100 mil para o custeio da UPA 24h. “É uma grande conquista, vamos receber a primeira parcela ainda em março, licitar e iniciar a construção da UPA, que terá dois médicos 24h, nos mesmos moldes do PA da Barra”, disse Rafael.

Para o secretário de Saúde, José Roberto Spósito, a conquista de uma UPA 24h para a cidade é importante. “Vamos ter a oportunidade de montar esta unidade na parte norte da cidade, contemplando moradores dos bairros como Nações, Ariribá, centro norte e também bairro dos Estados. Temos a certeza que ainda este ano estaremos com a UPA funcionando nesta área da cidade”, disse Spósito.

O Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), da presidente Dilma Rousseff, está espalhando pelo país as UPAs. O objetivo é diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais, evitando que casos que possam ser resolvidos nas UPAs, ou unidades básicas de saúde, sejam encaminhados para as unidades hospitalares.

As UPAs funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana e podem resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. As UPAs inovam ao oferecer estrutura simplificada, com Raio X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Nas localidades que contam com as UPAs, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o paciente chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24h.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.