- PUBLICIDADE -

BC ocupa o 3º lugar no índice de incidência de Aids no Brasil

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

Itajaí sempre esteve nas primeiras fileiras dos índices de Aids no país, mas, segundo o último Boletim Epidemiológico de Aids e DST, do Ministério da Saúde, este panorama está mudando. O documento, publicado nesta segunda-feira (28), apresentou as taxas de incidência no período compreendido entre os meses de julho de 2010 e junho de 2011 em cem municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes.

No último Boletim, divulgado em 2010, Itajaí ocupava o sétimo lugar de incidência, sendo os dados referentes ao ano de 2009. Com a diminuição do número de casos, a cidade caiu em sete colocações, passando a ocupar o décimo quarto lugar no ranking nacional.

O diretor de Vigilância Epidemiológica Municipal, Dr. Carlos Manuel Corrêa, explica como o índice é calculado, “o número de casos registrados em um ano, é dividido pelo número de habitantes fixo da cidade e multiplicado por uma constante de 100 mil”.

Dados Gerais, conforme o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde:

Prevalência do HIV se mantém estável: 0,6%
Há 18 pessoas com Aids para cada 100 mil habitantes
Média de 35 mil novos casos de Aids por ano
Onze mil óbitos, em média, por Aids ao ano
Seis óbitos/ 100 mil habitantes
Proporcionalmente, há mais casos de Aids em grandes cidades
Estima-se que 630 mil brasileiros vivam com Aids
Vírus tem prevalência de infecção em 0,61%
Aumento de casos de Aids entre jovens gays de 15 a 24 anos.

Abaixo, o ranking da taxa de incidência de Aids (por 100 mil) em municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes:

1. Porto Alegre (RS) – 99,8
2. Alvorada (RS) – 81,8
3. Balneário Camboriú (SC) – 77,7
4. Uruguaiana (RS) – 67,0
5. Sapucaia do Sul (RS) – 66,4
6. Criciúma (SC) – 61,9
7. Biguaçu (SC) – 60,1
8. Pinhais (PR) – 58,1
9. Florianópolis (SC) – 57,9
10. Canoas (RS) – 57,4


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.