Área de risco recebe muro de contenção nos Caminhos de Cabeçudas em Itajaí

Local corria risco de desmoronamento e está sendo reconstruído durante a reurbanização da via

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Tear Escola de Negócios abre novas turmas com aulas aos sábados

Inscrições abertas para o Programa de Desenvolvimento de Líderes da Tear Escola de Negócios

 

(Divulgação)
(Divulgação)

Uma das frentes de trabalho da Reurbanização dos Caminhos de Cabeçudas está em um dos pontos mais complexos da obra: a região do Bico do Papagaio. No local, um laudo da Defesa Civil apontava risco de desmoronamento da estrada, causado devido à erosão do solo na base desta via. A estrutura da calçada existente também estava em situação precária. Por isso, um muro de contenção com cerca de 60 metros de extensão começou a ser construído para recuperar este trecho da Rua Dep. Francisco Evaristo Canziani.

Para a construção do muro de contenção, toda a parte de pavimentação foi retirada e está sendo feita a escavação da estrada até o pé do morro (praticamente na altura da praia). A partir daí a base da estrada começará a ser reconstruída, inicialmente com uma base de pedras, seguida por sucessivas camadas de areia compactada e fitas metálicas até chegarem ao nível da rua. Por fora, um muro de peças pré-moldadas de concreto fará a contenção da base da estrada. “É uma obra de engenharia relativamente simples, mas que se torna complexa devido às condicionantes do local, trata-se de estrutura semelhante à utilizada nos viadutos e elevados da BR-101” conta o fiscal da obra, o arquiteto da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, Rafael Albuquerque.

Os trabalhos no local começaram há duas semanas. Este trecho da rua, além de ser recuperado também passará a ter 7 metros de largura, a mesma medida de toda a extensão dos Caminhos de Cabeçudas e receberá calçada compartilhada (com passeio e ciclovia) por onde passarão pedestres e ciclistas.

A obra de Reurbanização dos Caminhos de Cabeçudas está sendo executada por tipos de frentes de trabalho, como muro de contenção, alargamento de passeios, ajuste da pavimentação, drenagem, desmonte de rocha, iluminação, todos inter-relacionados.

Sobre a reurbanização:

A reurbanização dos Caminhos de Cabeçudas prioriza pedestres e ciclistas com a organização e reconstrução das calçadas e a implantação de ciclovias. Inclui também, áreas de contemplação, estacionamentos e o tratamento da geometria da via, de interseções, travessias e melhoramento na drenagem. A obra vai reestruturar o percurso de 2,5 km que vai da Beira Rio até a praia de Cabeçudas.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Saiba onde comemorar o aniversário de Balneário Camboriú

Balaroti realiza no dia 20 de julho uma festa especial para os clientes
- Publicidade -