- PUBLICIDADE -

Projeto Praia Limpa mostra o caminho do lixo produzido nas cidades

Uma maquete com rua, calçadas, tubulação e prédios pode ser vista por banhistas na areia da Praia Central

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

Praia Limpa 16 01 18 Foto Geovan Maciel 48 edited
Divulgação

Sabe para onde vai aquele copo plástico jogado na rua? Ele vai entrar no bueiro junto com as águas das chuvas, cair nos rios e poluir o oceano. Mostrando o caminho que o lixo percorre até chegar ao mar, uma maquete com rua, calçadas, tubulação e prédios pode ser vista por banhistas na areia da Praia Central, perto da Praça Almirante Tamandaré, desde esta terça-feira (16).

A estrutura, montada pelo Projeto Praia Limpa, é itinerante. Ela ficará nesse ponto, próximo à tenda do projeto, até sexta-feira (19). Depois, circulará pelas outras sete barracas do Praia Limpa, instaladas ao longo da Praia Central (altura das ruas 2001, 1401, 2500 e 3700) e em Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho. Acompanhando a maquete, está uma exposição de painéis com fotos que também mostram como o lixo polui as águas.

“Precisa disso porque as pessoas não têm consciência. O meu lixo está lá guardado na minha bolsa”, disse a turista carioca Margareth Souza de Oliveira, depois de olhar a maquete e a exposição. Margareth está há 20 dias em Balneário Camboriú. Ela voltará para o Rio nesta quarta-feira (17).

O Projeto Praia Limpa, que visa à sensibilização ambiental de turistas e moradores, tem como foco, neste ano, o lixo marinho, que além de poluir as águas, mata animais como peixes, tartarugas e aves. Além de causar danos à saúde dos animais, o resíduo produzido nas cidades entope bueiros e provoca alagamentos. O Praia Limpa é realizado pela Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento e Integração Ambiental (IDEIA).

“Dizemos para as pessoas que o lixo que elas encontram no mar talvez possa ter vindo da cidade delas também. A chance do lixo descartado de forma errada ir para o mar é muito grande”, comenta o educador ambiental e presidente do IDEIA, Cristiano Voitina.

Sempre circulando pelas areias da praia, a vendedora ambulante Sirlei Consalter está atenta ao que os banhistas deixam para trás. “Qualquer classe social deixa lixo na praia. Eu digo ‘tem que levar o lixo’. Chamo o banhista de volta, faço passar vergonha mesmo”, relata a vendedora, que nesta terça-feira observou a maquete e a exposição de fotos.

Projeto termina em 13 de fevereiro

O Praia Limpa 2018 começou em 04 de janeiro, com distribuição de sacolas de lixo e de pulseiras de identificação de crianças, instalação de lixeiras e ações de educação ambiental. Participam do projeto estagiários de cursos de graduação, que atuam sensibilizando banhistas sobre questões ambientais. O projeto termina em 13 de fevereiro. Na Praia Central, as tendas do Praia Limpa estão abertas das 10h às 15h. Nas praias agrestes, as barracas atendem o público das 11h às 16h.

Exposição na Passarela da Barra também mostra o caminho do lixo

Na Passarela da Barra, uma exposições de fotos mostra a beleza de aves catarinenses e a tragédia que ocorre com elas quando entram em contato com o lixo marinho. Com 48 quadros, a mostra traz ainda números sobre a quantidade de lixo plástico produzido no Brasil e no mundo. A m


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.