Cerimônia marca abertura do projeto ‘Sou Estudante, Sou Cidadão’ em Camboriú

O projeto tem como objetivo mudar o referencial das crianças estudantes da escola e levar conceitos de civismo para o ambiente escolar

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

O Projeto “Sou Estudante, Sou Cidadão”, idealizado pela 1ª Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar, teve início nesta segunda-feira, dia 30 de julho. A cerimônia de abertura ocorreu na Escola CAIC Jovem Ailor Lotério, situada na Rua Monte Agulhas Negras, no Bairro Monte Alegre, das 12h45min até as 13h15min.

O projeto, que tem como objetivo mudar o referencial das crianças estudantes da escola e levar conceitos de civismo para o ambiente escolar recebeu apoio dos pais e responsáveis pelos alunos participantes, além de autoridades civis, militar e judiciário.

A banda do exército do 23º Batalhão de Infantaria, de Blumenau, esteve presente na abertura, executando o hino nacional, além de outras peças musicais. Fizeram o uso da palavra o Comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar de Camboriú e idealizador do projeto, Capitão Tiago Teixeira Ghilardi, além do Prefeito Élcio Rogério Kuhnen e do Vereador Elcana Medeiros.

Também estiveram presentes o Comandante do 12º Batalhão Tenente Coronel José Evaldo Hoffmann Júnior, os Vereadores Vilson Albino, Adriano Gervásio e John Lenon Teodoro, a Juíza da Vara Criminal de Camboriú Naiara Brancher, a Secretária de Educação Alecxandra Maria Vitorassi Rosa, o Diretor do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) Edemir Meister, o Presidente do Conselho Tutelar Diego Raphael, e os Doutores Darlon Nogueira e Cacildo Cardoso, representando a 43ª Subseção da OAB Camboriú.

O projeto segue agora todos os dias, de segunda a sexta-feira, no horário vespertino, até o dia 30 de novembro. Os preceitos e valores repassados durante o desenvolvimento das ações entrarão nos lares, possivelmente reestruturando relações há muito perdidas e/ou desgastadas. Os alunos serão recepcionados por policiais militares, e na sequência, cantarão hinos cívicos, com o hasteamento da bandeira. Nas segundas-feiras, sempre haverá uma banda para fazer a execução dos hinos. Autoridades e representantes do executivo, legislativo, judiciário e empresas do terceiro setor estarão presentes, sobretudo na sexta-feira, a fim de transmitir uma mensagem aos alunos.

Vale ressaltar que as ações não serão de cunho militar, e sim de forma a reforçar a cidadania e o civismo, há muito tempo esquecidos. A Polícia Militar permanece apenas como idealizadora e organizadora do projeto.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -