- PUBLICIDADE -

Leite vai sofrer reajuste

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

O morador de Balneário Camboriú e região vai notar diferença na hora de comprar o leite e seus derivados. O motivo é o aumento nos custos e a diminuição da oferta.

A elevação do preço do leite iniciou em janeiro e deve estabilizar durante este mês. O aumento nos custos de produção e o mercado interno com menor oferta são os responsáveis pelo reajuste. Além destes fatores, o forte calor que atingiu a região de Santa Catarina, durante o mês de fevereiro, também é apontada como fator desencadeante da crise do leite.

Os derivados como queijo, requeijão e iogurte também ficarão mais caros a partir deste mês. Nas cooperativas de Santa Catarina, que ensacam leite de pequenas propriedades, este reajuste pode variar de 12% a 25%. Em todo o Estado este aumento pode ficar fixado em 30%.

De acordo com o presidente da Associação de Produtores de Leite Vale Germânia, Osni Otto, um dos motivos que acarreta o aumento do preço do leite é a enchente que o Estado sofreu no final de 2008. Nesta época, muitos animais foram mortos e a safra de capim, que alimentava o rebanho, também foi prejudicada.

O forte de calor de fevereiro, quando a sensação térmica chegou perto de 50ºC, também é outro fator. Nesta época as vacas leiterias não pastavam e a produção caiu em 40%.

De acordo com o presidente da Cooperativa Agroindustrial de Rio dos Cedros, Isidor Gaulke, os produtores estão trabalhando há seis anos sem um lucro real, suficiente apenas para pagar as despesas.

* Ricardo Zanon
Fonte: Tribuna Catarinense


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -