- PUBLICIDADE -

Chocolate mais caro nesta Páscoa

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

Os supermercados de Balneário Camboriú e região já começam a decorar os estabelecimentos com os chocolates e produtos de Páscoa. A expectativa é alcançar os mesmos resultados do ano passado. Para atrair uma gama maior de clientes, os fabricantes apostam na criatividade dos formatos dos ovos de chocolate. O consumidor deve encontrar produtos entre 3% e 8% mais caros nas prateleiras nas próximas semanas.

“Os preços dos insumos subiram muito em 2009; só o da manteiga de cacau quase dobrou”, diz a vice-presidente executiva do grupo CRM, controlador das marcas Kopenhagen, Brasil Cacau e Dan Top, que estima aumento médio de 3% no valor dos produtos da linha de Páscoa 2010. Já a fabricante Cacau Show, a estimativa é de que os preços fiquem entre 6% a 8% mais caros.

Em Balneário Camboriú o gerente de uma cadeia de supermercados, Murilo Zanella, acredita que as vendas irão superar a expectativa. “A procura ainda é modesta, ainda falta um bom tempo para a Páscoa. Mas com certeza vamos vender além do esperado, tanto que quase dobramos o estoque com relação ao ano passado”, revela.

Apesar dos custos mais elevados, que acabam por impactar as margens de lucro das indústrias do setor, executivos das principais fabricantes se dizem otimistas e esperam aumentar as vendas e o faturamento em relação à Páscoa do ano passado.

O gerente de Páscoa da Lacta, Bruno Zanetti, prevê um crescimento maior que o avanço de 12% registrado nesta época do ano passado. Este ano, a empresa preparou 16 novos lançamentos que variam de R$ 5,99 a R$ 49,99.

Já o gerente de marketing da Cacau Show, Stefenson Soalheiro, aguarda uma expansão de 50% nas vendas e 42% somente na produção de ovos. “Temos 140 lojas a mais em relação ao ano passado e a previsão é de que cheguem a 800 unidades até a Páscoa”, relata.

Promoções

Oferecer prêmios e viagens são armas dos fabricantes para estimular o consumidor a aumentar os gastos na hora da compra. Na Kopenhagen, a cada R$ 100 em compras os clientes poderão se cadastrar para concorrer a uma viagem à nova fábrica do grupo CRM em Extrema, sul de Minas Gerais, inaugurada em dezembro e que recebeu investimentos de R$ 80 milhões.

Além disso, quem participa do sorteio poderá ganhar um ano de chocolates. Na Nestlé, o consumidor pode ganhar uma viagem à fábrica da empresa em Bróc, na Suíça.

Já a brasileira Cacau Show sorteará um ovo de 6 kg em cada uma de suas lojas para compras acima de R$ 60. “Queremos convencer os clientes a gastar mais e chamar a atenção”, diz Soalheiro, gerente de marketing da empresa.

Formato

Dar um novo formato aos chocolates clássicos e campeões em vendas é tendência generalizada entre as grandes marcas. Os tradicionais Sonho de Valsa e Serenata de Amor, líderes em vendas da Lacta e da Garoto, respectivamente, ganharam versões que reproduzem as formas do bombom em tamanho de ovo.

O mesmo acontece com outros produtos tradicionais do público, como o ovo de paçoca Amor, em formato de coração, da Arcor; ou a linha de ovos Tortuguita, da mesma fabricante, nos moldes da tartaruga de chocolate.

A Lacta lançou também o ovo Lacta Chicabon, inspirado no clássico picolé da Kibon. Na linha infantil, os destaques ficam por conta dos ovos A Era do Gelo 3, com efeito “gela boca”.

Ainda no quesito efeitos especiais, outra novidade é o ovo “explosivo” da Cacau Show, feito com açúcar que promove pequenos estouros quando em contato com a umidade da boca.

Fonte: Tribuna Catarinense


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.