- PUBLICIDADE -

Prorrogado período de testes da zona azul até o dia 11 de novembro

Após isso, o sistema começa a funcionar integralmente com todas as vagas previstas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

O início da fiscalização do estacionamento rotativo da zona azul, previsto para terça-feira, 05.out.2019, foi adiado para o dia 12.out.2019. Em decorrência da chuva, que dificultou o trabalho de pintura e demarcação das vagas.

Fernando Marchiori, gestor do fundo Municipal de Trânsito (Fumtran) comentou que com a prorrogação da data, o período de testes e orientações aos usuários, iniciado no dia 14 de outubro, se estende por mais uma semana.

Das 2.800 vagas, 1.700 já estão sinalizadas, incluso as 800 vagas já numeradas, disponíveis para uso na região central. Após isso, o sistema começa a funcionar integralmente com todas as vagas previstas, sendo 2.350 para carros e outras 450 para motos.

Os motoristas irão pagar R$ 2 por hora e motociclistas, R$ 1, sendo permitido o fracionamento conforme o tempo de uso por minuto, pagando somente pelo tempo utilizado. No parquímetro, as frações são determinadas de acordo com o valor das moedas colocadas, por exemplo, se colocar 50 centavos serão creditados 15 minutos nas vagas de carro. As moedas aceitas no parquímetros são de 5,10,25,50 centavos e 1 real.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.