- PUBLICIDADE -

Porto de Itajaí apresenta proposta para finalização da Bacia de Evolução

Para execução, Câmara de Itajaí precisa aprovar projeto de lei autorizando aditivo de contrato

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
superintendente do Porto de Itajaí apresentando o projeto aos vereadores
Superintendente do Porto de Itajaí apresentando o projeto aos vereadores. (Crédito: Davi Spuldaro/CVI)

O Superintendente do Porto de Itajaí, Marcelo Salles, apresentou para os vereadores a proposta técnica para finalização da obra da Bacia de Evolução. Durante a reunião, ocorrida na tarde desta quinta-feira (23), Salles explicou a necessidade de ampliar o canal para receber navios maiores e os problemas ocorridos durante a execução da obra licitada pelo Governo do Estado. Além disso, apresentou o método encontrado como solução para que Bacia de Evolução seja finalizada até setembro deste ano.

A proposta é de utilizar um equipamento chamado Backhoe, em conjunto com Batelão. Após negociação com a empresa contratada para a realização da dragagem, a Superintendência do Porto de Itajaí fechou a execução com esses equipamentos 35% abaixo do valor de mercado. Para isso, deverá ser realizado um aditivo no contrato de 20,52%, o que precisa de autorização legislativa.

De acordo com Salles, a utilização do equipamento será mais barato, tendo em vista que já se encontra em território nacional. Com a aprovação do projeto de lei, que deverá ser encaminhado à Câmara de Vereadores de Itajaí na próxima semana, o serviço poderá iniciar a partir do mês de junho, com previsão de conclusão para setembro.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -