- PUBLICIDADE -

Reservatórios de aguá estão operando 40% abaixo da capacidade normal em Itajaí

Ainda existe a possibilidade de baixa pressão, falta de água e turbidez na rede nos municípios de Itajaí e Navegantes

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
falta de agua
(imagem ilustrativa)

Após a instabilidade no tratamento provocada pela alta turbidez do rio Itajaí-mirim, a população pode colaborar com a recuperação do sistema de abastecimento utilizando água de forma racional. O episódio causado pelos temporais obrigou o Semasa a diminuir o tratamento de água, ocasionando uma baixa nos reservatórios. Associado ao alto consumo, os reservatórios estão operando 40% abaixo da capacidade normal.

Ainda existe a possibilidade de baixa pressão, falta de água e turbidez na rede nos municípios de Itajaí e Navegantes. Portanto, pede-se aos moradores que evitem atividades não-essenciais como: lavar carros e calçadas, encher piscinas, limpeza de cisternas ou reservatórios, entre outros.

A turbidez da água do rio Itajaí-mirim que está chegando à ETA (Estação de Tratamento de Água) São Roque, que ontem alcançou 1.500 ut (unidade de turbidez) está diminuindo, mas a situação ainda é preocupante. Nesta manhã (15/01) foi registrado 1.300 ut enquanto o normal é cerca de 100.

O tratamento de água é prejudicado porque a alta turbidez faz com que a equipe do Semasa tenha que limpar os decantadores e filtros em uma frequência muito acima do normal. A higienização dos equipamentos interrompe a operação, o que compromete o volume de tratamento.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -